F1: Horner pede desculpas por comentários sobre a FIA no Catar

Chefe da Red Bull foi convocado pelos comissários neste domingo para enfrentar acusações de que violou o Código Desportivo Internacional

F1: Horner pede desculpas por comentários sobre a FIA no Catar

O chefe da Red Bull, Christian Horner, pediu desculpas pelos comentários que fez criticando a FIA no GP do Catar de Fórmula 1.

Horner foi convocado pelos comissários após a corrida em Losail no domingo para enfrentar acusações de que violou o Código Desportivo Internacional e prejudicou a reputação da FIA e de seus funcionários.

Leia também:

Entende-se que estava relacionado aos comentários que o dirigente britânico fez antes da corrida para a Sky, culpando um "fiscal desonesto" por ter colocado as bandeiras amarelas duplas na classificação que levaram Max Verstappen a receber uma penalidade de cinco posições no grid.

Depois de explicar suas ações em uma reunião com os comissários, Horner pediu desculpas por qualquer ofensa que suas observações possam ter feito.

"Alguns comentários foram feitos, eu acho, em nossa entrevista anterior, onde você me perguntou sobre a ordenação e ... Eu gostaria de deixar claro que os fiscais fazem um trabalho maravilhoso, maravilhoso", disse ele à Sky .

“Eles são voluntários e fazem um ótimo trabalho. E minha frustração com o que eu disse antes não era com os comissários, mas com uma circunstância."

"Portanto, se qualquer indivíduo foi ofendido, obviamente peço desculpas por isso. Mas ainda é frustrante terminar com a situação que tivemos."

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, on the grid with David Beckham

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, on the grid with David Beckham

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

Horner disse que também pediu desculpas aos comissários da FIA, ao deixar claro que seu aborrecimento era mais com os acontecimentos em torno das bandeiras amarelas do que com as ações de qualquer indivíduo.

“Falei com a FIA. Pedi desculpas se alguma ofensa de alguma forma foi criada, porque não era essa a intenção”, disse ele.

"Podemos aprender com isso. Como esporte, podemos aprender com isso, mas todos os comissários: precisamos de vocês, achamos que vocês fazem um trabalho maravilhoso. E desculpas se alguma ofensa foi interpretada."

Horner negou que a agressão em seus comentários originais fosse um sinal de que a pressão do título o afetava - sugerindo que Toto Wolff havia mostrado sinais mais visíveis de emoção com seu gesto para as câmeras no Brasil no último fim de semana.

"Acho que temos sido bastante bons sem nossas emoções", disse ele. "Eu não tenho apontado e xingado as câmeras ou esse tipo de coisa."

Após a reunião, a FIA disse que Horner aceitou participar de um programa de comissários no início do ano que vem.

"Os comissários ouviram o chefe da equipe (Christian Horner)", disseram os comissários. "Ele explicou que sua reação foi feita sob a pressão da competição após a penalidade imposta ao piloto do carro 33."

"Os comissários explicaram que o marechal em questão estava fazendo seu trabalho exatamente da maneira prescrita no Código Desportivo Internacional."

"O Sr. Horner se ofereceu para pedir desculpas ao fiscal em questão e explicar à mídia que ele não quis ofender. Ele também se ofereceu para participar do Programa Internacional de Comissários 2022 da FIA no início de fevereiro."

F1 AO VIVO: HAMILTON vence no CATAR, Verstappen é 2º e ALONSO VAI AO PÓDIO pela 1ª vez desde 2014!

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #147 – TELEMETRIA: O que a Red Bull tem que fazer no Catar? Hamilton favorito?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Verstappen sobre reta final do campeonato: tudo é possível
Artigo anterior

F1: Verstappen sobre reta final do campeonato: tudo é possível

Próximo artigo

F1: Pirelli investigará causas de furos de pneus no Catar

F1: Pirelli investigará causas de furos de pneus no Catar
Carregar comentários