F1: Kubica ainda não se conforma com perda de disputa do título de 2008

Polonês relembra campeonato em que chegou a liderar, mas que foi prejudicado por uma decisão da BMW

F1: Kubica ainda não se conforma com perda de disputa do título de 2008

Robert Kubica disse que ainda sente algum pesar por ter perdido o desafio para o título mundial de Fórmula 1 em 2008, depois que a BMW parou de desenvolver seu carro no meio da temporada.

Kubica assumiu a liderança do campeonato de pilotos de F1 pela primeira vez após sua primeira vitória no GP do Canadá em 2008, e estava a apenas dois pontos do líder no meio da temporada.

Leia também:

Mas depois que a BMW optou por mudar seu foco para o carro de 2009 e a introdução do KERS, o desempenho do modelo F1.08 foi prejudicado, enquanto a McLaren e a Ferrari avançavam com as atualizações.

Kubica marcaria apenas três pódios na segunda metade da temporada, caindo para o quarto lugar na classificação ao terminar a 23 pontos do campeão mundial, Lewis Hamilton. A BMW acabou abandonando a F1 no final da temporada de 2009, depois que seu sistema KERS refrigerado a ar não se mostrou competitivo.

Kubica disse em 2008 que achou que foi um erro abandonar o desenvolvimento do F1.08 e não mudou sua visão até hoje.

“Tenho exatamente a mesma visão que tinha naquela época, porque no final eu me envolvi e estava em uma situação em que, infelizmente, estava sentindo que essa poderia ser nossa única chance de lutar pelo campeonato”, disse Kubica à GP Racing. “Não tínhamos o carro mais rápido, isso é fato. Normalmente o carro mais rápido está vencendo o campeonato, mas nem sempre.”

“Você tem que usar suas oportunidades, porque você nunca sabe na vida quando terá uma segunda chance. Falei com alguns dos mecânicos depois de 10 anos, que estavam lá comigo, e eles tinham exatamente a mesma visão. E eles se arrependem, porque no final não tivemos outra chance.”

Kubica permaneceu na disputa matemática pelo título até a penúltima corrida do ano no Japão, onde um segundo lugar não foi suficiente para manter suas esperanças vivas.

Foi uma temporada em que os protagonistas do título final, Hamilton e Felipe Massa, escorregaram, criando a oportunidade para Kubica e BMW permanecerem na luta, apesar de suspender o desenvolvimento do carro.

"Isso é corrida, ninguém estava dominando", disse Kubica. "Ferrari e McLaren eram mais fortes em algumas pistas do que em outras, mas tiveram problemas técnicos e cometeram erros. Foi assim que cheguei a liderar o campeonato e me mantive na luta, sem o carro mais rápido.”

“Lembro-me da sexta classificação em Fuji, com [o companheiro de equipe] Nick [Heidfeld] em 16º. Não estávamos com desempenho em lugar nenhum. Mas eu liderei na primeira volta e terminei em segundo. Tenho certeza de que se estivéssemos competindo com as peças que testamos três meses antes, eu teria vencido a corrida.”

“Ainda não me conformo, mas também sinto que tive a sorte de estar nesta posição, porque há muitos pilotos talentosos que nunca tiveram essa chance.”

F1: Entenda em DETALHES o funcionamento do BOTÃO que levou a ERRO dramático de HAMILTON em BAKU

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Erro de Hamilton mostra um campeão sob pressão?

 

compartilhar
comentários
Verstappen: pontos perdidos em Baku vão doer quando F1 retornar às pistas normais

Artigo anterior

Verstappen: pontos perdidos em Baku vão doer quando F1 retornar às pistas normais

Próximo artigo

Ferrari anuncia Benedetto Vigna como novo CEO da marca

Ferrari anuncia Benedetto Vigna como novo CEO da marca
Carregar comentários