F1 - Massa já esperava declínio da Ferrari: "Não é mais a mesma desde 2009"

Brasileiro revelou que muita coisa mudou dentro da equipe italiana e que é difícil trabalhar "de cabeça fria" por lá

F1 - Massa já esperava declínio da Ferrari: "Não é mais a mesma desde 2009"
Carregar reprodutor de áudio

Felipe Massa acredita que o declínio da Ferrari nos últimos anos não é surpreendente, já que os melhores anos da escuderia na Fórmula 1 foram com Michael Schumacher. Embora tido em seus carros Fernando Alonso e Sebastian Vettel, a equipe não conquista um título de pilotos desde Kimi Raikkonen, em 2007, e o último de construtores foi em 2008.

O brasileiro, que teve bons anos em Maranello, falou em entrevista ao jornal espanhol AS sobre o desempenho consistentemente inferior do time na última década e como caíram para o sexto lugar na temporada de 2020.

Leia também:

"Não me surpreendeu", comentou Massa sobre a queda da Ferrari. "Os melhores anos dela foram com [Michael] Schumacher e em 2006, 2007 e 2008. Depois de 2009, já não era mais a mesma. Muita mudança aconteceu e é importante pensar friamente - o que é difícil por lá."

"O problema da Ferrari não é com os pilotos, mas com o carro e a equipe. Tanto [Carlos] Sainz quanto [Charles] Leclerc (atual dupla da escuderia) são excelentes."

Na temporada passada, o espanhol e o monegasco tiveram uma temporada consistente e colocaram a equipe no terceiro lugar de construtores, enquanto Sainz terminou em quinto lugar na classificação de pilotos, atrás das duplas de Red Bull e Mercedes.

O fato de derrotar seu companheiro de garagem fez muitos se surpreenderem com Carlos, já que Leclerc era o futuro da Ferrari e visto como o primeiro piloto. Ele respondeu isso na pista ao conquistar quatro pódios contra apenas um de Charles.

"Sainz trabalha duro, é consistente e rápido", disse Massa. "Ele é um piloto muito forte, mas se ele se tornará um campeão mundial, dependerá do carro. Tem a consistência que precisa e não é fácil vencer um companheiro de equipe como Leclerc logo no início. Você tem que fazer um trabalho perfeito para isso."

Olhando para a temporada deste ano e os novos carros, o brasileiro acredita que provavelmente haverá outra batalha entre Red Bull e Mercedes pelo título da F1: "Se houver grandes mudanças, pode haver surpresas, mesmo que seja difícil".

"Acho que grandes equipes ainda estarão no topo, como Mercedes e Red Bull, mas talvez Ferrari e McLaren também. Espero que a Ferrari possa vencer novamente em 2022 com as mudanças. Torço para eles, mas não é fácil. É preciso muito trabalho e cabeça fria para obter bons resultados", concluiu.

SERGIO MAURICIO: Rivalidade, BAND e Netflix fizeram F1 ACORDAR no coração e mente dos brasileiros

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #159 – O que esperar da temporada 2022 da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Alfa Romeo anuncia nome e data de lançamento do carro de 2022
Artigo anterior

F1: Alfa Romeo anuncia nome e data de lançamento do carro de 2022

Próximo artigo

F1: Williams acredita em batalha de Russell contra Verstappen em 2022

F1: Williams acredita em batalha de Russell contra Verstappen em 2022