F1: Mazepin explica choro em entrevista após qualificação do GP de São Paulo

Visivelmente emocionado no treino classificatório, russo revelou mudanças internas na Haas que o desestabilizaram no ano

F1: Mazepin explica choro em entrevista após qualificação do GP de São Paulo

Nikita Mazepin revelou que sua entrevista emocionado após a classificação do GP de São Paulo de Fórmula 1 foi devido a um "período desafiador" em que alguns de seus colegas da Haas deixaram a equipe. O russo estava choroso e visivelmente abalado na sexta-feira em Interlagos, depois de ter cometido um erro na última volta do Q1 que o deixou em último no grid.

Em declarações no sábado após a corrida sprint, o piloto disse que embora a sua emoção tenha "principalmente a ver com um erro na volta de qualificação", também foi por atravessar um momento difícil com mudanças na escuderia.

Leia também:

"Estou passando por um período desafiador nas últimas corridas, não apenas em relação ao equilíbrio do carro, mas também com algumas coisas internas que acontecem na equipe", comentou Mazepin. "Isso torna os resultados mais importantes neste momento. Quando você chega tão perto de terminar o que eu sinto que foi uma grande volta com o carro que temos atualmente e a perde, isso dói."

"Quando você salta do carro e tem apenas quatro minutos ou mais até falar com jornalistas que fazem perguntas que, em última análise, trazem de volta essas memórias, parece triste. Não há muito mais na minha vida além de competir. Na verdade, não há nada. Então fico chateado, o que é natural, quando as coisas não vão bem."

Mazepin explicou que a Haas estava "embaralhando" com "pessoas indo e vindo nas últimas corridas". Ele organizou uma partida de futebol para os membros da equipe no México na semana passada e participou de uma festa de despedida de um colega após o GP.

"Eu sei que nem todos que estão ao meu redor este ano planejam ficar no próximo", disse o piloto. "Eu gosto do ambiente em que estou. Estou cercado de gente muito boa e honesta desde o começo da temporada. Infelizmente, meu engenheiro foi embora na semana passada para outro time e, infelizmente, ele não é o único. Então sim, isso é um desafio."

Nikita Mazepin, Haas VF-21

Nikita Mazepin, Haas VF-21

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Mazepin evitou revelar quais integrantes da escuderia estavam saindo, mas disse: "Minha equipe de engenheiros não é a mesma e está mudando desde a Turquia".

As mudanças lançaram outro desafio para o russo durante sua temporada de estreia na F1, que o viu lutar para igualar o companheiro de equipe Mick Schumacher em ritmo, bem como sofrer com problemas no chassi no início da temporada.

"É realmente desafiador, porque não é como um emprego em escritório onde você pode entrar, fazer algumas coisas e ir embora", comparou. "Para ter sucesso nas corridas, eu sei o que é preciso: um vínculo especial com as pessoas que trabalham aqui, elas dão duro por você e vice-versa."

"Esse tipo de movimento continua avançando. E isso é algo que me permitiu alcançar resultados nos anos anteriores, mas quando o mecânico que trabalha diretamente com você muda, provavelmente não há tempo para se adaptar e então o encosto de cabeça sai, como em Austin, ou acontece um pit stop desnecessário de 25 segundos. É realmente difícil se recuperar."

"É como colocar pedaços de madeira em um pneu girando em uma bicicleta. Isso realmente interrompe o ímpeto que eu sonho, mas eu já passei por isso antes e vou sair mais forte do que nunca", concluiu.

F1 2021: Guerra na pista e nos bastidores: Interlagos FERVE no sábado | Q4

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #145 - TELEMETRIA: Rico Penteado analisa fim de semana em Interlagos

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Raikkonen troca asa traseira e larga dos boxes no GP de São Paulo
Artigo anterior

F1: Raikkonen troca asa traseira e larga dos boxes no GP de São Paulo

Próximo artigo

PÓDIO: Hamilton bate Verstappen após largar em 10º e Mercedes exibe força contra Red Bull em SP; veja debate

PÓDIO: Hamilton bate Verstappen após largar em 10º e Mercedes exibe força contra Red Bull em SP; veja debate
Carregar comentários