F1: McLaren diz que não terá desculpas para não brigar pelo título a partir de 2024

CEO da equipe britânica Zak Brown avalia progresso da escuderia ao longo que sua infraestrutura se desenvolve, em especial com o novo túnel de vento

F1: McLaren diz que não terá desculpas para não brigar pelo título a partir de 2024

O CEO da McLaren na Fórmula 1, Zak Brown, diz que sua equipe não terá desculpas para não lutar pelo campeonato mundial a partir de 2024, quando terá alcançado os ponteiros da categoria com sua infraestrutura. A equipe está trabalhando em um novo túnel de vento em sua sede em Woking, depois de anos usando as instalações da Toyota em Colônia, em meio a outras atualizações em seu Centro de Tecnologia.

A necessidade de um novo componente de última geração foi uma das primeiras questões que o chefe da escuderia Andreas Seidl levantou em sua chegada em maio de 2019, ao identificar os próximos passos para a o tradicional time retornar aos primeiros lugares.

Leia também:

Embora a pandemia da Covid-19 tenha atrasado os planos da McLaren de trazer suas instalações ao padrão de Mercedes e Red Bull, Brown acredita que a equipe terá os alcançado na temporada de 2024, o que significa que "não terá desculpas" na luta pelo título.

"Acho que é sempre perigoso escolher um ponto no tempo em que você deve se empenhar", disse o CEO. "O que direi é que teremos evoluído toda a nossa infraestrutura nesse ano, mais especificamente o túnel de vento."

"Acho que não teremos desculpas na temporada de 2024 e gostaria de pensar que, a essa altura, o esporte será tão competitivo que haverá uma variedade de times lutando pelo campeonato, e eu gosto de pensar que seríamos um deles."

A escuderia está em crescente desde 2018, subindo no mundial de construtores a cada temporada até o terceiro lugar de 2020, que pretende repetir em 2021.

Questionado sobre se o progresso contínuo poderia dar à escuderia a chance de lutar por vitórias e troféus antes mesmo de sua meta, auxiliado pelos novos regulamentos de 2022 e limite de custos da F1, Brown pregou paciência e disse que o passo final para o nível da Mercedes e Red Bull será o mais difícil de fazer.

"Chegamos em nono, sexto, quarto, terceiro. Acho que fica mais difícil à medida que você se aproxima da frente, então não acho que vamos para segundo ou primeiro tão facilmente", explicou. "Embora agora tenhamos recursos anuais para competir no mesmo nível, estamos atrasados ​​em nossas instalações e levará tempo, principalmente no túnel de vento."

“Temos outras despesas de capital que vocês vão começar a ver, vocês viram que estávamos refazendo isso para sermos mais sustentáveis, alinhados com o futuro e mais eficientes, além de outras coisas ainda este ano."

“No entanto, realmente não estaremos em dia com a infraestrutura até que o carro de 2024 seja lançado. Até então, faremos o melhor que pudermos com o equipamento atual", acrescentou.

"Nova Brawn" provavelmente não surgirá

As novas regras para 2022 podem permitir que uma equipe como a McLaren consiga uma reviravolta ao acertar o design do carro inicial, assim como a Brawn quando surpreendeu o paddock da F1 em 2009 com seu difusor duplo inteligente.

No entanto, Zak acha que tal cenário, onde um time tem um grande truque na manga, é menos provável com os regulamentos técnicos mais restritivos que entrarão em jogo: "Vamos dar o nosso melhor e nunca se sabe quem vai acertar e quem vai errar."

"A força bruta obviamente superou o peso quando ganhou o campeonato, e não era a equipe com mais recursos, mas acho que as regras estão muito mais rígidas agora, chegar a uma vantagem grande e clara como essa no mundo de hoje vai ser mais difícil. Devemos lidar com as expectativas de que vai ser mais desafiador de agora em diante."

F1 2021: Rico Penteado aponta favoritos na segunda metade do campeonato | TELEMETRIA DE FÉRIAS

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual piloto merece uma segunda chance na F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Aston Martin: "Modificamos todas as peças visíveis de nosso carro em 2021"
Artigo anterior

F1 - Aston Martin: "Modificamos todas as peças visíveis de nosso carro em 2021"

Próximo artigo

F1: Jornalista holandês detona Mercedes e Hamilton por falta de respeito

F1: Jornalista holandês detona Mercedes e Hamilton por falta de respeito
Carregar comentários