F1: Mercedes afirma que enfrenta "alguns problemas" com motor de 2021

O chefe de motores da montadora afirmou que as limitações no regulamento representam um novo desafio para todos

F1: Mercedes afirma que enfrenta "alguns problemas" com motor de 2021

Problemas a frente? A Mercedes admitiu que está enfrentando alguns "problemas" com a preparação dos motores para a temporada 2021 da Fórmula 1, mas diz estar confiante de que poderá resolver tudo a tempo da primeira corrida, no Bahrein, onde iniciará a campanha pela oitava dobradinha consecutiva de títulos, estando imbatível na era turbo híbrida.

Com as equipes já em estágios avançados na preparação para 2021, o chefe de motores da Mercedes, Hywel Thomas, revelou que está enfrentando alguns desafios no começo deste ano.

Leia também:

"Temos alguns problemas com os motores", disse Thomas em um vídeo divulgado pela Mercedes. "Sabemos dos problemas, mas temos planos em ação para resolver tudo. A situação estará resolvida para a primeira corrida".

Essa não é a primeira vez que a Mercedes afirma que tem problemas em sua preparação para uma temporada. Há apenas 12 meses, Any Cowell, que era chefe de motores, disse também que a equipe tinha que resolver algumas questões.

Apesar da equipe ter encontrado problemas de confiabilidade nos testes, conseguiu contornar na situação a tempo de ter uma de suas temporadas mais dominantes na F1. Neste momento, a Mercedes está construindo a primeira leva de motores de 2021 para entregar às equipes clientes.

E apesar de seguir realizando testes extensos de confiabilidade, as novas restrições de testes da F1 criam uma dificuldade nova. Além disso, as regras de homologação de motores que descartam modificações durante a temporada significa que tudo precisa estar resolvido até o Bahrein.

Thomas acrescentou: "Neste ano tivemos alguns desafios extras no nosso caminho. É a primeira vez que precisamos reagir às mudanças no regulamento, que limita a nossa capacidade de testes".

"Com isso, precisamos tirar o máximo de cada teste, e garantir que sejamos 100% produtivos, aprendendo sobre a performance a confiabilidade da unidade de potência a cada hora. Essa é também a primeira vez que nos preparamos para apenas uma única atualização para todo o ano".

"Então temos que garantir que toda a nossa performance esteja já na primeira unidade de potência, enquanto em anos anteriores pudemos dividir em diferentes pacotes. Com esse desafios, precisamos deixar tudo pronto para a primeira corrida, garantindo também que seja totalmente confiável".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1 na BAND - BARRICHELLO e cia: quem são os NOMES sondados para completar a equipe de transmissão

PODCAST #088 - F1 na Band e o 'fico' de Hamilton: o que esperar de 2021?

 

compartilhar
comentários
F1: Os prós e contras para a Red Bull ao assumir o programa de motores da Honda

Artigo anterior

F1: Os prós e contras para a Red Bull ao assumir o programa de motores da Honda

Próximo artigo

ANÁLISE: McLaren terá o carro mais diferente da F1 em 2021

ANÁLISE: McLaren terá o carro mais diferente da F1 em 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes
Autor Jonathan Noble