Fórmula 1 GP da Arábia Saudita

F1: Mercedes define plano de ação após reunião na fábrica

Equipe de Brackley estabeleceu um projeto de recuperação que acredita ser necessário para voltar ao pelotão da frente

George Russell, Mercedes W14

Depois de um desempenho decepcionante na abertura da temporada 2023 da Fórmula 1 no Bahrein, a Mercedes disse que não fez o progresso que esperava com seu novo W14 e que era hora de repensar seus planos.

Leia também:

Agora, descobriu-se que a alta administração, pilotos e equipe de engenharia estiveram envolvidos em uma intensa reunião na terça-feira após a corrida do Bahrein para resolver a situação. Falando antes do GP da Arábia Saudita, George Russell disse que o encontro forneceu uma avaliação honesta da situação, enquanto trabalhavam quais passos eram necessários para o curto, médio e longo prazo.

“Todos nós nos reunimos e tivemos conversas muito boas, honestas e abertas”, explicou Russell. “Muitas das perguntas foram respondidas sobre como chegamos a essa posição em primeiro lugar.

“Além disso, o que vamos fazer a curto e médio prazo para sair disso? Em que caminho queremos estar? Essas mudanças já estão em vigor, entrar na pista com aquilo que acreditamos que nos trará de volta à vitória.”

George Russell, Mercedes-AMG, is interviewed after Qualifying

George Russell, Mercedes-AMG, is interviewed after Qualifying

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Embora Russell não tenha entrado em detalhes sobre os planos da Mercedes, ele sugeriu que uma mudança mais ampla na direção do conceito estava sobre a mesa, em vez de esforços concentrados em refinar o que já existe.

“Sabemos que uma mudança de conceito não vem sem riscos”, disse ele. “Mas acho que todos nós sentimos que agora temos conhecimento e informações suficientes para dizer que não estávamos no caminho certo e que as metas que definimos durante o inverno não eram as corretas. Precisamos mudar de caminho o mais rápido possível."

“Essas decisões já foram tomadas e já começamos a trabalhar para eles, provavelmente na terça-feira da semana passada. A rapidez com que isso pode ser levado para o carro, a rapidez com que isso se traduzirá em desempenho é outra questão”.

Muito conservador
O britânico sugeriu que uma das conclusões da reunião foi que a Mercedes havia sido muito conservadora com o design de seu carro para 2023 quando se tratava de levar em consideração os riscos de porpoising.

“Quando você olha para o W13, claramente fomos muito agressivos com o design do carro e o salto”, disse ele. “Essa era a nossa grande limitação."

“Agora, avançando 12 meses, queríamos estar em uma posição em que não estivéssemos experimentando nada disso e também exageramos na direção oposta: muito desempenho comprometido, muito downforce pela falta de salto."

“Aprendemos que as mudanças que a FIA implementou durante o inverno resolveram a maioria dos nossos problemas. Dito isso, provavelmente podemos recuperar parte do desempenho perdido por sermos muito conservadores. É o segundo que estamos procurando em comparação com a Red Bull? Não, não é. Achamos que estamos no caminho certo com nossa filosofia? Provavelmente também não."

Russell também sugeriu que a equipe talvez tenha se comprometido com seu conceito zeropod por causa de sua vitória no GP do Brasil do ano passado, o que deu muita fé de que a ideia do design poderia funcionar.

“Talvez o Brasil tenha nos levado um pouco para um caminho errado, porque sentimos que estávamos melhorando como equipe, que estávamos indo na direção certa”, explicou.

“Isso também precisa de alguma análise, porque melhoramos ao longo do ano passado: não há duas maneiras de fazer isso. E especialmente no final do ano, realmente pensamos que estávamos no caminho certo e o W14 era provavelmente uma versão mais extrema do carro que tínhamos no final da temporada."

“Mas claramente outros seguiram direções diferentes. Fomos mais longe nessa direção e não era o caminho certo.”

Prenúncio de APOSENTADORIA? CRISE na Mercedes F1 precede FIM DA LINHA entre Hamilton e Wolff? DEBATE

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #221 - Crise na Mercedes pode significar fim da linha para Hamilton?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Hamilton anuncia fim da parceria com fisioterapeuta Angela Cullen: "Sou uma pessoa melhor por causa dela"
Próximo artigo F1 proíbe pilotos de realizarem track walk a bordo de bicicletas e patinetes

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil