F1: Mugello surge como possível substituto da Turquia e GP de São Paulo pode ser adiado em uma semana

Manutenção da Turquia na lista vermelha do governo britânico criou uma grande dor de cabeça para a F1

F1: Mugello surge como possível substituto da Turquia e GP de São Paulo pode ser adiado em uma semana
Carregar reprodutor de áudio

Apesar do avanço da vacinação no mundo, a Covid-19 segue impactando duramente o calendário da Fórmula 1 e os diretores da categoria tentam fazer de tudo para manter a promessa de realizar 23 GPs no ano. Com isso, Mugello surgiu como um potencial candidato caso o GP da Turquia se mostre impossível de ser realizado.

A prova em Istambul segue em dúvida após o governo britânico decidir por manter a Turquia em sua lista vermelha, apesar do forte lobby do país. A próxima revisão do documento não deve ser feita antes de 16 de setembro.

Leia também:

Enquanto Mugello é considerada como uma substituta em potencial, apesar da F1 afirmar anteriormente que não faria mais corridas europeias após o GP da Rússia em 26 de setembro.

A pista italiana, que recebeu o GP da Toscana pela primeira vez no ano passado, seria uma escolha popular entre fãs, equipes e pilotos. Além disso, faria sentido em termos comerciais para todos os envolvidos.

A presença da Turquia na lista vermelha significa que qualquer um que tenha passado pelo país terá que passar por uma quarentena obrigatória de dez dias em um hotel aprovado pelo governo britânico.

A F1 não tem isenção da lista vermelha e não espera receber a autorização, então a decisão afetaria cerca de mil pessoas de sete das dez equipes, além da organização da F1, FIA, Pirelli, Honda e imprensa.

O plano original era que o GP do Japão fosse uma "saída" entre a Turquia e o retorno ao Reino Unido, com os dez dias sendo gastos no próprio Japão para evitar a quarentena. Mas com o cancelamento de Suzuka, a F1 esperava que a Turquia fosse removida da lista vermelha.

México e Brasil também estão na lista vermelha, enquanto a situação da Covid-19 em Austin se tornou preocupante, criando problemas em potencial para todas as três pistas.

Outros países também estão na lista vermelha da Itália, criando problemas para Ferrari, AlphaTauri e Pirelli, mas acredita-se que haverá maior flexibilidade neste caso.

O calendário segue em aberto, mas segundo apurado pelo Motorsport.com, uma opção é fazer o GP da Rússia sozinho, colocando a Turquia no dia 10 de outubro.

Isso permitiria que as equipes planejassem uma viagem simples para Sochi, ganhando tempo extra após a próxima revisão da lista vermelha britânica. Se a Turquia sair da lista neste momento, haveria tempo para realizar a prova sem problemas de quarentena.

Mas, se não sair, criaria a alternativa de mandar o pessoal do Reino Unido direto da Turquia para os Estados Unidos, deixando-os lá por uma semana antes do GP em Austin em 24 de outubro.

Os GPs do México e de São Paulo seriam adiados em uma semana, criando uma semana livre para que o pessoal voltasse ao Reino Unido.

Com os dois países ainda na lista vermelha, a ideia da F1 seria criar uma incomum rodada tripla para neutralizar a quarentena. A ideia seria colocar o Catar, mas um segundo evento no Bahrein ainda não é descartado.

Se a Turquia não puder ser realizado, a F1 considera Mugello como uma prova europeia solo em 10 de outubro. Seria cedo demais para realizar a etapa do Catar, por isso sua data em novembro.

Todas estas opções seguem como provisórios e estão sendo discutidas com as organizações dos GPs. O CEO da F1, Stefano Domenicali, deve discutir os planos com os chefes de equipe em sua reunião de sábado em Spa.

As equipes enfrentam grandes problemas logísticos no planejamento da segunda metade do ano. Todos mandam itens como equipamentos de garagem por via marítima, e os containers com destino ao Japão foram enviados há semanas, com equipes anunciado que os navios estão parados em Singapura.

Veja como seriam as mudanças no calendário da F1 (ainda não confirmadas):

Data Calendário Atual Mudanças Propostas
29 de agosto GP da Bélgica GP da Bélgica
05 de setembro GP da Holanda GP da Holanda
12 de setembro GP da Itália GP da Itália
26 de setembro GP da Rússia GP da Rússia
03 de outubro GP da Turquia -
10 de outubro - GP da Turquia / Mugello
17 de outubro - -
24 de outubro GP dos Estados Unidos GP dos Estados Unidos
31 de outubro GP do México -
07 de novembro GP de São Paulo GP do México
14 de novembro - GP de São Paulo
21 de novembro - GP do Catar / Bahrein 2
28 de novembro - -
05 de dezembro GP da Arábia Saudita GP da Arábia Saudita
12 de dezembro GP de Abu Dhabi GP de Abu Dhabi

TOP 5: PILOTOS e EQUIPES da F1 que ficaram DEVENDO na primeira metade da TEMPORADA 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #127 - TELEMETRIA: A guerra Mercedes x Red Bull e tudo sobre o GP da Bélgica com Rico Penteado

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Norris acredita que teve um início de temporada "quase perfeito"
Artigo anterior

F1: Norris acredita que teve um início de temporada "quase perfeito"

Próximo artigo

F1: Red Bull confirma renovação de Pérez para 2022

F1: Red Bull confirma renovação de Pérez para 2022