Fórmula 1 GP da Itália

F1: Na visão de Leclerc, vácuo teria dado à Ferrari uma dobradinha na classificação

Por outro lado, chefe de equipe da Ferrari acredita que pilotos andaram melhor sem a ajuda

Charles Leclerc, Ferrari SF-23

Charles Leclerc acredita que poderia ter ajudado a Ferrari a garantir a primeira fila no grid de largada para o GP da Itália de Fórmula 1 se tivesse ajuda do vácuo na classificação.

Leia também:

Depois de liderar o segundo e terceiro treino livre, Carlos Sainz liderou o 'ataque' da Ferrari em casa, com o espanhol conquistando a pole position em Monza, com o tempo de 1m20s294. Isso o colocou a 0.013s à frente do atual bicampeão Max Verstappen, enquanto Leclerc ficou a 0.067s da pole e com isso, vai largar na segunda fila ao lado de George Russell.

Além disso, os dois pilotos da Scuderia também escaparam de uma penalidade esportiva da FIA por excederem o tempo máximo de volta permitido durante suas voltas lentas no Q1.

Mas Leclerc considerou que o resultado poderia ter sido ainda melhor e alegou que ele poderia ter ultrapassado Verstappen se tivesse ganhando um vácuo em sua última volta rápida, como Sainz recebeu.

"Meu sentimento só pode ser incrível com os Tifosi", disse o monegasco. "É claro que, do meu lado, estou um pouco decepcionado. Obviamente, eu queria ser o primeiro, mas ver que Carlos é o P1 é ótimo para a Ferrari. Ele fez um trabalho incrível durante todo o fim de semana. Eu estava lutando um pouco mais: TL1, TL2, TL3 e na classificação eu consegui fazer tudo junto, então fiquei muito feliz."

"Infelizmente, no Q3 eu não tinha vácuo. Isso provavelmente nos custou pelo menos uma posição, mas é a vida. Deveríamos estar felizes, especialmente do meu lado. Tenho tido muitas dificuldades."

Carlos Sainz, Ferrari SF-23

Carlos Sainz, Ferrari SF-23

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

O chefe de equipe da Ferrari, Fred Vasseur, disse que continua "convencido" de que os pilotos ficam melhor sem um vácuo em Monza, pois o ar turbulento pode perturbar os carros nas curvas. Verstappen também correu sem vácuo.

Sainz acrescentou: "Sinceramente, foi uma classificação muito intensa, especialmente a Q3. Nós três nos esforçamos, estávamos muito, muito no limite. E, na última volta, eu sabia que ainda tinha algum tempo para fazer em Ascari e Parabolica, e fui em frente. Funcionou bem, porque eu realmente me esforcei muito na última volta."

Q4 AO VIVO: Tudo sobre a classificação da Fórmula 1 para o GP da Itália em Monza

Massa detalha judicialização da F1 2008 ao Motorsport.com

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #245 - Novidades sobre Massa-2008 e Drugo na Sauber: Brasil nos holofotes!

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ferrari explica por que Sainz e Leclerc escaparam de penalidade da FIA
Próximo artigo F1: Horários, onde assistir e previsão do tempo para o domingo de corrida do GP da Itália, em Monza

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil