F1 - Norris critica Pirelli após falha "perigosa" no Catar: "Precisam fazer pneus melhores"

Britânico da McLaren foi um de quatro pilotos que sofreram com furos no pneu na reta final da prova em Losail

F1 - Norris critica Pirelli após falha "perigosa" no Catar: "Precisam fazer pneus melhores"

Lando Norris afirmou que não teve nenhum tipo de alerta antes do furo "perigoso" em seu pneu dianteiro esquerdo durante o GP do Catar de Fórmula 1 do domingo, sendo um de quatro pilotos a sofrerem com os compostos da Pirelli no fim da prova. O piloto da McLaren criticou a fornecedora de pneus da categoria, cobrando a produção de pneus melhores no futuro.

O britânico foi forçado a parar com oito voltas para o fim após seu pneu estourar. Além dele, Valtteri Bottas, George Russell e Nicholas Latifi também tiveram problemas. Enquanto Bottas e Latifi foram forçados a abandonar, Norris ainda conseguiu terminar na zona de pontos, em nono, apesar de ocupar a quarta posição antes do problema.

Leia também:

Falando com a imprensa após a corrida, Norris disse que enquanto havia ouvido sobre a possibilidade de problemas nos dianteiros esquerdos, "não esperava que o pneu estourasse, especialmente usando o composto duro".

"Nem era um stint muito longo, 20 voltas ou algo do tipo. O pneu tem que fazer bem mais que 20. Em cada pista, você cuida dos pneus porque eles se desgastam, mas você nunca espera que isso aconteça. Foi muito perigoso para vários pilotos hoje. Não deveria acontecer".

Norris disse que não teve nenhum alerta de que o furo era iminente, e que a causa era "óbvia, mas que não podia dizer".

Questionado se, para ele, a Pirelli deveria mudar algo no pneu para que os pilotos tivessem algum tipo de alerta, Norris respondeu: "Não. Isso simplesmente não deveria acontecer. Se tivesse um muro ou algo do tipo por perto, teria sido muito mais perigoso".

"Eles precisam fazer pneus melhores. É perigoso para nós pilotos. Nos arriscamos muito sempre e se não podemos pilotar um carro de F1 em um circuito, o que podemos fazer? Eu não fiz um stint longo, 20, 25 voltas. Deveria ser capaz de andar normalmente".

Valtteri Bottas, Mercedes W12

Valtteri Bottas, Mercedes W12

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Bottas foi o primeiro dos quatro pilotos a sofrer o furo, encerrando sua esperança de subir ao pódio após ser forçado a parar. Ele acabou ficando fora da zona de pontos e acabou tendo que abandonar devido aos danos no carro.

"Eu realmente não sei o que aconteceu. Não houve um alerta, uma vibração, o ritmo era consistente. A aderência era OK. Apenas aconteceu. Inicialmente, achei que o vento estava ficando mais forte na reta, porque eu sentia o carro saindo de lado".

"Aí veio o furo na primeira curva e, obviamente, no pior lugar possível, logo após a saída dos boxes".

Russell também disse que não teve nenhum tipo de alerta para o furo, mas disse que a Williams havia notado antes da corrida que os dianteiros esquerdos poderiam se tornar um problema se levados ao limite.

"Nenhum alerta, mas na verdade já prevíamos isso antes da corrida. Literalmente no ombro do dianteiro esquerdo havia uma limitação, possivelmente uns 10 centímetros do lado de fora, que acabaria cedendo se forçado muito".

"Esses carros de F1 são muito rápidos, com desgaste de pneus. Você passa por essas curvas para a direita quase que com pé embaixo, em sétima marcha. Não sei exatamente qual era a velocidade, talvez 270, 280 km/h".

Latifi was another to suffer a puncture

Latifi was another to suffer a puncture

Photo by: Motorsport Images

Já Latifi sofreu o furo na última curva, forçando-o a fazer uma volta completa antes de voltar aos boxes, mas o canadense acabou abandonando antes, causando um safety car virtual. Assim como Norris, ele ficou surpreso pela falha, já que seu pneu "parecia bem", antes de ver Russell andando lento na sua frente devido ao problema.

"Quando eu ouvi que estava tudo bem com o pneu, eu falei ok, o meu também parece tranquilo. Não senti nenhuma limitação no dianteiro esquerdo. Sentia mais problemas no traseiro, por mais que estivesse cuidando. Mas obviamente no final forcei um pouco mais para manter as Alfas atrás".

"Acho que não tinha nada a perder buscando uma estratégia dessas, especialmente com as Alfas atrás".

F1 AO VIVO: HAMILTON vs VERSTAPPEN e tudo do GP do CATAR; assista análise, com Sérgio Sette Câmara

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #146: Hamilton teve a maior exibição da carreira no Brasil?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Horner defende franqueza em suas falas, apesar de advertência no Catar
Artigo anterior

F1: Horner defende franqueza em suas falas, apesar de advertência no Catar

Próximo artigo

F1: Verstappen pode ser campeão no GP da Arábia Saudita; confira matemática do título

F1: Verstappen pode ser campeão no GP da Arábia Saudita; confira matemática do título
Carregar comentários