F1: Red Bull reafirma decisão de não ‘abandonar’ carro de 2021

Christian Horner afirmou que equipe encontrou equilíbrio no desenvolvimento de carro atual e do próximo que estará no grid no ano que vem

F1: Red Bull reafirma decisão de não ‘abandonar’ carro de 2021

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que sua equipe na Fórmula 1 nunca poderia ter aceitado interromper o desenvolvimento de seu carro atual antes do tempo, apesar dos rivais jogarem tudo para 2022.

Com as equipes de F1 se preparando para uma revolução nas regras no ano que vem, vários times - incluindo a Mercedes - decidiram congelar seus projetos atuais no início da temporada para se concentrar mais em seus novos carros.

Leia também:

Mas a Red Bull resistiu à tendência e foi agressiva ao trazer uma série de atualizações para seu RB16B em sua tentativa de garantir que faça de tudo para tentar ganhar o título atual da F1.

Horner disse repetidamente que acha que a equipe não está sacrificando seu desempenho em 2022 por se esforçar tanto nesta temporada. E ele deixou claro que não havia como ele aceitar fazer algo diferente.

“Está embutido que não faz parte da nossa cultura desistir de qualquer temporada”, disse Horner ao Motorsport.com. “É claro que também temos as restrições de limite de orçamento, o que torna a vida um pouco mais complicada.”

“Mas as pessoas têm memória curta neste esporte, e você tem que ir em frente.”

“Cada corrida é uma oportunidade e se isso significa que as pessoas têm que trabalhar um pouco mais e mais algumas horas para permitir isso, então absolutamente todos estão à altura desse desafio.”

Questionado se ficou surpreso com o fato de a Mercedes ter decidido encerrar o desenvolvimento de seu carro 2021 tão cedo, Horner disse: “Não sei quais são suas restrições.”

“Obviamente, eles são uma organização maior do que a nossa, então o limite de custo está tendo um impacto significativo em seu planejamento e em como eles administraram durante o período da Covid. Conseguimos manter o corpo da equipe muito unido.”

“Não posso julgar outras organizações sem ter todos os fatos, então tudo que posso fazer é me concentrar no que estamos fazendo. E estamos muito confortáveis ​​com a abordagem que estamos adotando.”

“Obviamente, se eles estiverem dois segundos à nossa frente na primeira corrida do próximo ano, isso será decepcionante. Mas sinto que temos o equilíbrio certo no momento.”

F1 2021: Rico Penteado aponta favoritos na segunda metade do campeonato | TELEMETRIA DE FÉRIAS

PODCAST: Qual piloto merece uma segunda chance na F1?

 

 

 

 

 

compartilhar
comentários
VÍDEO: Alonso e Alpine fazem história com carro de F1 em Le Mans
Artigo anterior

VÍDEO: Alonso e Alpine fazem história com carro de F1 em Le Mans

Próximo artigo

F1: Engenheiro vê mérito de Villeneuve em sucesso da Mercedes; entenda

F1: Engenheiro vê mérito de Villeneuve em sucesso da Mercedes; entenda
Carregar comentários