Fórmula 1 GP da Grã-Bretanha

F1: Após reclamações da Red Bull, Renault não apoia mudança no regulamento de motores de 2026

Chefe da Alpine se mostra cético com declarações da Red Bull sobre os "carros Frankenstein" de 2026

Otmar Szafnauer, Team Principal, Alpine F1 Team

Nas últimas semanas, algumas montadoras que fornecem motores para as equipes de Fórmula 1 indicaram que era necessário uma revisão no regulamento de 2026, especialmente para rediscutir a divisão de 50/50 entre potência elétrica e combustão interna. Mas, segundo Otmar Szafnauer, chefe da Alpine, a Renault está feliz com as normas atuais e não apoia essa movimentação.

Christian Horner foi um dos mais vocais nesse sentido. O chefe da Red Bull e CEO da Red Bull Powertrains alega que os pilotos teriam que reduzir as marchas para obter maiores velocidades nas retas, afirmando que a F1 corre o risco de criar "carros Frankenstein".

Leia também:

Já Fréderic Vasseur, da Ferrari, já indicou que a montadora está aberta a discussões, acrescentando que uma mudança de 5% nesse equilíbrio elétrico x combustão pode fazer muita diferença. O francês disse ainda é que preciso mais informações sobre o regulamento de chassi antes de tomarem novas decisões.

Por outro lado, Szafnauer diz que a Renault está feliz com o regulamento da forma na qual foi originalmente aprovada.

"Falando com o pessoal dos motores, queremos manter como está", disse ao Motorsport.com. "Eu não sigo isso muito a fundo, não estive envolvido nas negociações e nos motivos, mas perguntei coisas a eles. E sim, estamos felizes em manter como está. Então imagino que dificilmente teremos essas mudanças".

Szafnauer ainda minimizou as alegações de Horner sobre os carros Frankenstein: "Não chegamos a tal ponto ainda. Não determinamos isso. Espero que não seja um pacote Frankenstein".

Esteban Ocon, Alpine A523, arrives on the grid

Esteban Ocon, Alpine A523, arrives on the grid

Photo by: Simon Galloway / Motorsport Images

"Me lembro de estar em todas as reuniões para determinar qual será o regulamento [de 2022], e todos, incluindo eu, disseram que as corridas seriam horríveis, que os carros seriam os mesmos, que não seria mais a F1 e muito mais".

"E isso não aconteceu. Então é difícil prever o futuro, especialmente quando o regulamento de chassi ainda não foi definido. Com sorte, chegaremos lá".

Horner vem sugerindo que a Red Bull estaria mais preocupada com 2026 do que seus rivais por estar em um estágio à frente no desenvolvimento, descobrindo as armadilhas mais cedo. Szafnauer é cético quanto a isso, mesmo reconhecendo que é impossível descobrir em qual ponto os rivais estão em suas pesquisas e desenvolvimento.

"É uma coisa que você teria que ter a informação perfeita para poder comparar as duas coisas. Eu não tenho. Eu sei onde estamos. Não sei onde os outros estão. Já trabalhei em outras montadoras antes. Então só consigo imaginar o que a Honda já fez desde que eles decidiram que voltariam. Então [a Red Bull] me surpreenderia".

VÍDEO: Ricciardo de volta à F1 e de Vries demitido! Red Bull foi injusta? O que será de Pérez?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #238 – A ‘nova’ McLaren em Silverstone e a demissão de De Vries com a volta de Ricciardo

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Horner questiona proximidade de Wolff ao programa de motores de 2026 da Mercedes
Próximo artigo F1: Por que principal ponto fraco da AlphaTauri pode ser uma má notícia para Ricciardo

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil