F1 - Ricciardo assume culpa por batida com Sainz em Ímola: pedirei desculpas

Piloto da Ferrari foi forçado a abandonar a corrida após o incidente

F1 - Ricciardo assume culpa por batida com Sainz em Ímola: pedirei desculpas
Carregar reprodutor de áudio

O piloto da McLaren, Daniel Ricciardo, assumiu a culpa da batida na primeira curva com o rival da Ferrari, Carlos Sainz, no GP da Emilia Romagna da Fórmula 1.

Sainz fez uma largada ruim do quarto lugar, mas parecia ter consolidado o quinto lugar antes do toque com o piloto australiano.

Ricciardo, que estava no lado de dentro do espanhol, tocou no carro de Sainz, fazendo com que o piloto da Ferrari rodasse antes de parar na caixa de brita.

Leia também:

O australiano conseguiu se recuperar, retornou à pista e continuou - terminando em 18º-, enquanto Sainz abandonou pela segunda corrida consecutiva.

Em entrevista após o GP, Ricciardo explicou que andar na zebra para ter mais espaço o levou a entrar no carro de Sainz.

"Eu originalmente pensei que tinha sido atingido por Carlos, mas acho que era eu que estava entrando nele e depois recebi um pouco mais de ajuda", disse ele.

"Você sabe que a curva 1 vai engarrafar, e acho que toquei na zebra, tentei me dar um pouco mais de espaço."

"Mas eu lembro que assim que entrei nela, comecei a deslizar para fora, e eu estava deslizando e, em algum momento, Carlos teve que virar à esquerda para depois virar à direita e nos encontramos e, obviamente, eu peguei a traseira [do carro de Sainz]."

"Assim que eu o acertei, eu o vi rodando, e eu fiquei tipo 'ah, não é divertido'. Então, obviamente, arruinou minha corrida, mas também a dele."

“Obviamente, tenho que ser responsável por isso, não acho que foi algo em que eu estava trancado e jogado nele, então, obviamente, são condições complicadas."

Explicando o incidente de sua perspectiva, Sainz disse à Sky: "Por alguma razão, Daniel tocou na zebra, deixou muito espaço, mas acho que ele deve ter perdido a frente do carro e esbarrado em mim, resultando em uma situação infeliz, fiquei preso mais uma vez na caixa de brita."

"É definitivamente um momento difícil e obviamente eu queria fazer uma boa corrida aqui na frente de nossos fãs. Ainda havia 63 voltas à frente, então ser eliminado da corrida na curva 2 é ruim."

"Mas sempre há esses momentos difíceis na vida de um esportista, e é minha vez de passar por eles. Enquanto eu vou continuar trabalhando duro, tenho certeza que os bons momentos virão."

Ricciardo disse que iria rever as imagens para ver se poderia ter evitado o incidente e confirmou que pediria desculpas a Sainz.

"Vou assistir agora e ver se há algo que eu poderia ter feito ou se estava tão escorregadio que não tinha muito mais [que eu pudesse fazer]", disse o australiano.

"Você pensa: 'Eu poderia ter sido mais cauteloso, um pouco mais lento'."

"Mas, por ser muito conservador, às vezes você pode se colocar em mais perigo, colocando-se em um sanduíche ou algo assim, então é difícil."

"Mas vou assistir e pedir desculpas a Carlos. Um pedido de desculpas não muda nada, mas pelo menos por enquanto é tudo o que posso fazer", concluiu.

F1 AO VIVO: Max PASSEIA e Leclerc ERRA enquanto Hamilton DEFINHA e George brilha;Pérez/Lando vão bem

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast debate Sprint de Ímola, vencida por Verstappen após batalha com Leclerc

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Horner diz que dobradinha em Ímola é "um dos melhores resultados" da Red Bull
Artigo anterior

F1: Horner diz que dobradinha em Ímola é "um dos melhores resultados" da Red Bull

Próximo artigo

F1: Verstappen fatura prêmio Laureus de Atleta do Ano

F1: Verstappen fatura prêmio Laureus de Atleta do Ano