F1: Ricciardo havia perdido fé em si mesmo antes de vitória na Itália

Australiano não teve bom começo de temporada pela McLaren até ganhar em Monza e quebrar jejum de triunfos da escuderia

F1: Ricciardo havia perdido fé em si mesmo antes de vitória na Itália
Carregar reprodutor de áudio

Daniel Ricciardo sentiu que perdeu "um pouco de fé" e começou a se questionar antes de sua vitória na Fórmula 1 em Monza, chamando seu início de 2021 com a McLaren "quase risível". O australiano se juntou à escuderia de Woking em um contrato de três anos para a temporada de 2021 após sua saída da Renault, mas inicialmente não conseguiu igualar o ritmo do companheiro Lando Norris.

O jovem britânico conseguiu três pódios e mais do que o dobro dos pontos de Ricciardo antes da pausa de agosto, enquanto este tinha dificuldades ao longo da primeira metade da temporada.

Leia também:

No entanto, Daniel respondeu de forma enfática ao marcar a primeira vitória da McLaren em quase nove anos no GP da Itália em Monza, com Norris o acompanhando em uma dobradinha.

Ricciardo ligou o rádio depois de vencer a corrida para dizer à equipe: "No fundo, eu sabia que isso ia acontecer, então obrigado por me apoiar. E para qualquer um que pensou que eu saí: eu nunca saí, apenas me afastei por um tempo."

O australiano explicou que a mensagem foi dirigida não apenas àqueles que o haviam descartado, mas também a si mesmo, após admitir que tinha algumas dúvidas e questionamentos surgiram.

"Eu entendo que a mensagem poderia ser direcionada às pessoas que talvez pensaram que eu estava acabado, ou um pouco desanimado ou o que seja", disse Ricciardo às entrevistas de final de temporada, onde o Motorsport.com estava presente. "Ainda assim, em primeiro lugar, aquela mensagem era para mim."

"Houve momentos em que eu perdi um pouco da fé e me perguntei: 'por que estou com tantas dificuldades?' Estou com um pouco de medo de não estar acelerando tanto o carro?"

"Eu sabia que não, mas mesmo assim, quando as coisas não vão bem, algumas dessas perguntas surgem. Então, o 'eu nunca saí' também era para mim, de que ainda poderia fazer isso e que ainda tinha espaço aqui. Quem se esqueceu, não esquece mais."

Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M, Lando Norris, McLaren MCL35M

Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M, Lando Norris, McLaren MCL35M

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Ricciardo disse que depois de seu forte final de temporada em 2020 com a Renault e, em seguida, classificando à frente de Norris de abertura de 2021 no Bahrein, parte dele pensou que "só iria melhorar".

"Talvez isso tenha sido ruim, então pensei ainda mais eu estava de certa forma retrocedendo ao longo do curso de corridas", comentou o piloto. "No entanto, acho que na segunda metade da temporada foi melhor. Consegui a vitória e fiz tudo isso, e confirmei muitas coisas para mim mesmo. Eu estou feliz. Estou feliz onde as coisas estão. Não é perfeito, mas fico contente."

Um dos pontos mais baixos da temporada de Ricciardo veio no GP da Hungria, quando ele cruzou a linha em 11º entre 13 que o completaram, depois de sofrer danos na primeira volta na Curva 1. O piloto foi flagrado abatido no parque fechado enquanto verificava os danos em seu carro.

"Por mais triste que eu estivesse na época, parte de mim também estava feliz", disse o australiano. "É quase cômico em alguns aspectos. Então, decidi esquecer a primeira metade da temporada, entrar em um avião e simplesmente não me importar com a F1 por duas semanas."

"Eu acho que todo mundo opera de forma diferente, mas eu preciso dessa fuga às vezes. Não sou alguém que dorme todas as noites pensando na categoria. Então eu sabia que seria saudável para mim."

GIAFFONE fala da SAÍDA DA F1 DA GLOBO PARA A BAND, comenta QUÍMICA com colegas e aborda CAOS de 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #155 - Piores da F1 2021: Quais pilotos/equipes decepcionaram? Masi é consenso?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Button espera ter mais tempo com a Williams após restrições da Covid-19 em 2021
Artigo anterior

F1: Button espera ter mais tempo com a Williams após restrições da Covid-19 em 2021

Próximo artigo

F1: Chefe da Aston Martin exalta Vettel por integridade e evolução dentro da equipe

F1: Chefe da Aston Martin exalta Vettel por integridade e evolução dentro da equipe