F1: Sainz promete fim da novela sobre nova equipe em breve: “quero acabar com isso”

Espanhol disse que tem propostas de todas as equipes que ainda não definiu vaga para próxima temporada

Carlos Sainz, Scuderia Ferrari

Foto de: Patrick Vinet / Sutton images

Carlos Sainz teve que começar a procurar um novo empregador na Fórmula 1 depois que a Ferrari decidiu contratar Lewis Hamilton para o seu lugar. O espanhol deixará, portanto, Maranello após o final da atual temporada.

Leia também:

Parecia que o piloto encontraria rapidamente um emprego em uma das equipes líderes. Inicialmente, a Mercedes foi apontada como precisando preencher a vaga deixada por Hamilton. Em Brackley, no entanto, eles estão cada vez mais convencidos de ter os serviços de Andrea Kimi Antonelli. Por sua vez, a Red Bull decidiu manter Sergio Pérez.

A Audi, que está gradualmente adquirindo a Sauber e se envolverá totalmente em 2026, tem uma oferta lucrativa para Sainz. Contudo, o espanhol parece estar preocupado com a competitividade do projeto. A Williams também quer trazer Sainz, já que tem planos e ambições de longo prazo para retornar à metade superior do grid.

Questionado se já havia tomado uma decisão sobre a temporada de 2025, Sainz respondeu no programa de TV espanhol El Hormiguero:

“Não, ainda não. Tenho minhas opções na mesa e estou pronto para tomar uma decisão. E vou abordar isso muito rapidamente porque quero acabar com isso e me concentrar no resto da temporada com a Ferrari.”

“Este ano tenho um carro com o qual posso lutar pelo pódio e por vitórias e é nisso que quero focar.”

Questionado sobre a Williams e todas as possibilidades, o piloto de 29 anos disse: “Não vou mentir, tenho várias ofertas.”

“Estou na lista de todas as equipes que ainda não assinaram contrato com seus pilotos. Eles têm ofertas prontas para mim que eu poderia aceitar até amanhã. No entanto, isso não acontecerá. Vou me dar algum tempo, embora a decisão seja tomada em breve. Eu tenho muitas opções.”

Refletindo sobre o momento em que descobriu que perderia sua vaga na Ferrari, Sainz acrescentou.

“Claro, isso não é uma boa notícia. Ninguém gosta de descobrir que não tem emprego e está sendo demitido. Isso aconteceu em fevereiro e fiquei triste. Tive bons anos na Ferrari e comecei bem a temporada.”

“Porém, o heptacampeão mundial ligou e quis ir para a Ferrari e uma vaga foi feita para ele. É difícil argumentar contra isso. Eu abordo isso filosoficamente. Vejo como uma oportunidade para o futuro. Ainda quero ser campeão mundial, ainda quero vencer corridas. E vou lutar por isso.”

VERDADE OU MITO: Brasil-1991 é a MAIOR VITÓRIA de SENNA? Glórias de AYRTON em DEBATE | Podcast F1

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

VERDADE OU MITO: Brasil-1991 é a MAIOR VITÓRIA de SENNA? Glórias de AYRTON em DEBATE | Podcast F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Stroll revela que permanência na Aston Martin deve ser anunciada em breve
Próximo artigo F1: Família de Schumacher é chantageada e criminosos são presos na Alemanha

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil