Fórmula 1 GP da Áustria

F1: Stella alega que batida entre Norris e Verstappen é consequência de ausência de punição ao holandês em 2021

O chefe da McLaren considera que as táticas de Verstappen na Áustria resultaram das suas manobras em 2021, contra Hamilton, não terem sido devidamente punidas

Andrea Stella, Team Principal, McLaren F1 Team

Foto de: Francois Tremblay

O chefe McLaren na Fórmula 1Andrea Stella, acredita que a batida de Max Verstappen e Lando Norris, foi causada pela falta de punição devida ao tricampeão mundial em 2021, quando ele ainda enfrentava Lewis Hamilton pelo título.

Leia também:

Verstappen e Norris se chocaram no final da corrida no Red Bull Ring, quando o primeiro atravessou o segundo na curva 3 à direita, apertada e com uma forte inclinação, depois de Norris ter feito uma série de movimentos para o interior da curva nas voltas anteriores.

Norris e a McLaren sentiram que Verstappen estava se movendo durantes as frenagens em todas as manobras  - algo que o piloto da Red Bull negou mais tarde aos jornalistas após a corrida. Numa entrevista à Sky Sports F1, imediatamente após a corrida de domingo na Áustria, Stella disse: "Para mim, toda a população do mundo saberá quem é o responsável, à exceção de um grupo de pessoas [a Red Bull, os seus fãs e Verstappen e os seus fãs].

"Mas o problema por detrás disto é que se não abordarmos estas questões honestamente, elas voltarão. Voltaram hoje porque não foram abordadas corretamente no passado, quando houve algumas lutas com o Lewis que precisavam de ser punidas de uma forma mais severa. Agora aprendemos a correr de uma certa forma, que podemos considerar justa e correta".

Stella referia-se às várias vezes em que Verstappen e Hamilon colidiram na sua amarga disputa pelo título mundial de 2021 - em que entraram em contacto em Imola, Silverstone, Monza e Jeddah. Além da quase colisão no GP do Brasil de 2021, onde Verstappen forçou Hamilton a sair da pista na Curva 4 em Interlagos - um movimento que não foi punido pelos oficiais.

Quando perguntado se ele estava se referindo ao incidente no Brasil em particular, Stella respondeu: "Sim, há muitos episódios. O fato é que temos tanto respeito pela Red Bull, tanto respeito pelo Max que eles não precisam fazer isso. Esta é uma forma de quase comprometer a tua reputação. Porque é que se faria isso?"

Stella disse ainda que "os comissários de pista concluíram que Max foi totalmente culpado neste episódio, por isso não se trata de uma corrida à maneira de um piloto, mas sim de uma corrida de acordo com os regulamentos".

E acrescentou: "Os regulamentos têm de ser aplicados de uma forma eficaz, porque quando um carro sai da corrida em consequência deste acidente, o castigo tem de ser proporcional ao resultado. Antes deste episódio [o acidente], tínhamos feito duas vezes o movimento na travagem. Acho que é evidente e temos de fazer cumprir a forma de correr porque queremos nos divertir, queremos desfrutar."

VERSTAPPEN E NORRIS BATEM, RUSSELL VENCE GP! Christian Fittipaldi e Vitor Genz debatem F1 na Áustria

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #288 – A McLaren realmente chegou? Briatore arrumará Alpine com motores Mercedes?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Horner defende Verstappen e diz que Norris tentou jogar holandês para fora
Próximo artigo OPINIÃO: Acidente entre Verstappen e Norris salva Red Bull Ring do 'fiasco'

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil