F1: Verstappen condena queima de produtos da Mercedes por vândalos

Holandês disse que ação é "nojenta"; Fórmula 1 lançou campanha "Drive It Out" focada na prevenção de abusos

F1: Verstappen condena queima de produtos da Mercedes por vândalos
Carregar reprodutor de áudio

Durante o fim de semana da corrida em Budapeste, um vídeo surgiu nas redes sociais mostrando um fã na pista vestindo o que parecia ser uma camisa laranja de Max Verstappen queimando um boné preto da Mercedes de Fórmula 1.

Leia também:

Aconteceu apenas algumas semanas depois que um incidente semelhante foi filmado em uma área de fãs no GP da Áustria, onde o comportamento abusivo dos fãs levou a F1 a agir aumentando a segurança e lançando uma nova campanha chamada “Drive It Out”.

Verstappen foi questionado no domingo após sua vitória no GP da Hungria sobre o vídeo de fãs queimando mercadorias de Lewis Hamilton, que ele disse ser “claro que não é aceitável”.

"Não, definitivamente eu não concordo com isso porque é simplesmente nojento", Verstappen disse.

“No geral, acho que a maioria dos fãs também torceram muito, acho que durante toda a corrida e também no pódio para todos os pilotos. Acho que é assim que deve ser.

“Sim, esses vídeos, ou vídeo, de queima de mercadorias, acho isso nojento.”

F1 fans in the pits

F1 fans in the pits

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Verstappen e Hamilton estiveram envolvidos em uma luta feroz pelo campeonato mundial de F1 em 2021, que se espalhou pelas mídias sociais e viu tensões entre suas bases de fãs nos eventos.

No GP Grã-Bretanha em julho, Verstappen foi recebido com aplausos quando girou durante a classificação antes de ser vaiado durante sua entrevista pós-sessão. Embora Verstappen tenha ignorado, Hamilton pediu aos fãs que parassem, dizendo: "Acho que somos melhores que isso".

Na Áustria, uma semana depois - uma corrida com a presença de mais de 50.000 torcedores holandeses apoiando Verstappen - houve aplausos e comemorações nas arquibancadas quando Hamilton bateu na classificação, algo que o piloto da Mercedes disse ser "incrível".

Relatos de comportamento abusivo e assédio de fãs na Áustria levaram à condenação generalizada de pilotos e equipes de F1, além de levar a F1 a embarcar em sua campanha “Drive It Out”, focada na prevenção de abusos.

A campanha foi lançada com um vídeo com todos os pilotos condenando o comportamento abusivo e dever de levar a conversas entre a F1 e todos os promotores de corrida sobre outras medidas para garantir a segurança dos fãs nos eventos.

VÍDEO EXCLUSIVO: DRUGOVICH admite que é “MUITO DIFÍCIL” entrar na F1 como piloto oficial e revela PARCERIA

Podcast #189 - Quem tem mais a perder com confusão contratual? Alpine, Piastri, McLaren ou F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Por que atualizações da Haas são mais do que apenas cópia da Ferrari
Artigo anterior

F1: Por que atualizações da Haas são mais do que apenas cópia da Ferrari

Próximo artigo

F1: Haas dispara contra críticos e cita Williams para se defender por 'cópia' da Ferrari

F1: Haas dispara contra críticos e cita Williams para se defender por 'cópia' da Ferrari