Fórmula 1 GP da Itália

F1: Verstappen, Pérez e Sainz recebem punições de grid para GP da Itália

Pista italiana é bem vista pelas equipes para receber punições por exceder limite de uso de elementos de unidade de potência

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

Max Verstappen sofrerá uma penalidade de cinco posições no grid em Monza por uma troca de motor, enquanto o companheiro de equipe Sergio Pérez e Carlos Sainz, da Ferrari, também serão penalizados.

Duas semanas depois de adquirir uma unidade de potência totalmente nova na Bélgica, a Red Bull decidiu adicionar um novo ICE ao conjunto de motores de Verstappen, incorrendo em uma penalidade de cinco posições no GP da Itália de Fórmula 1 de domingo.

Leia também:

Monza é vista como uma excelente oportunidade para introduzir novas unidades de potência e sofrer uma penalidade no grid, já que suas longas retas devem tornar a subida do pelotão muito mais fácil do que nas próximas corridas em Singapura e no Japão.

Portanto, Verstappen adicionará um novo quinto ICE ao seu pool, enquanto sofre um golpe mínimo.

Como amplamente esperado, o companheiro de equipe de Verstappen, Pérez, também instalou um novo motor V6.

Como é a primeira vez que Pérez excede seu limite de três ICEs, ele terá uma penalidade de 10 posições no grid. Pérez também levou sua quarta caixa de câmbio, que ainda está dentro dos limites.

Na sexta-feira também foi revelado que o piloto da Ferrari, Carlos Sainz, levará uma nova unidade de energia, MGU-K e caixa de câmbio, o que lhe custará 20 lugares no grid. Nas últimas corridas, a Ferrari escalonou suas penalidades de motor, no entanto, a penalidade de Sainz ainda pode ser convertida em uma largada no grid se a Ferrari optar por substituir mais peças.

De qualquer forma, Sainz será acompanhado na traseira por Lewis Hamilton, da Mercedes, que também pegou uma quarta unidade de potência da temporada, como foi anunciado na quinta-feira.

Yuki Tsunoda também largará na parte de trás do grid. O piloto da AlphaTauri foi punido com uma penalidade de 10 posições no grid por receber uma quinta reprimenda da temporada em Zandvoort na semana passada, onde foi penalizado por guiar aos boxes com os cintos de segurança afrouxados depois de parar na pista.

Com Tsunoda sendo penalizado de qualquer maneira, AlphaTauri aproveitou a oportunidade para lhe dar uma nova unidade de potência.

Finalmente, Valtteri Bottas, da Alfa Romeo, também virou a roda da fortuna da F1 e saiu com uma queda de 15 posições no grid por levar um novo ICE, turbocompressor e MGU-H da Ferrari.

Com seus rivais imediatos sendo penalizados no grid, as chances de Charles Leclerc de vencer seu segundo GP da Itália em casa da Ferrari receberam um impulso, embora as penalidades para Sainz, Pérez e Hamilton tenham proporcionado a Verstappen um caminho mais fácil para a frente.

PODCAST #194 - Qual será o futuro de Felipe Drugovich?

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 AO VIVO: Acompanhe o primeiro treino livre para o GP da Itália em Tempo Real
Próximo artigo F1: Leclerc lidera dobradinha da Ferrari no primeiro treino em Monza

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil