Fórmula 1 GP da França

F1: Wolff diz que Mercedes ainda está devendo "muito tempo de volta" para voltar a vencer

Segundo chefe da equipe, W13 está devendo performance em classificações e corridas

Lewis Hamilton, Mercedes W13, 2nd position, crosses the line

A Mercedes vem se esforçando para retomar a forma vencedora dos últimos oito anos na Fórmula 1. E mesmo com Lewis Hamilton e George Russell ajudando o time alemão a obter o melhor resultado da temporada no GP da França do último domingo, o chefe da equipe, Toto Wolff, afirma que é preciso encontrar "muito tempo de volta" no W13 antes que possam pensar em vencer novamente.

No domingo, Hamilton terminou a dez segundos de Max Verstappen na corrida de 53 voltas, e disse ter ficado impressionado com o déficit de rendimento em relação à Red Bull. Com o holandês gerenciando melhor seus pneus ao não ser pressionado, a Mercedes acha que a França não foi exatamente representativo sobre a realidade.

Leia também:

Questionado pelo Motorsport.com se ele sente que a Mercedes segue 0s4, 0s5 atrás de Red Bull e Ferrari, Wolff disse: "Acho que Lewis conseguiu estabilizar a diferença em cinco, seis décimos no primeiro stint, mas é preciso ser honesto e dizer que, no segundo stint, Max tinha a situação mais controlada".

"Então, na minha perspectiva de copo meio vazio, ainda há muito tempo de volta para recuperar".

A Mercedes teve um fim de semana confuso na França. Após chegar confiante de que poderia lutar pela vitória, acabou percebendo que estava mais atrás dos times de ponta do que em corridas recentes.

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

Wolff disse que a chave é entender a fundo por que a performance da França não cumpriu as expectativas.

"Acho que a cada volta estamos coletando mais dados e entendendo mais, então estamos fazendo o quebra-cabeça. É um projeto que é difícil".

"Não é um problema único: estamos devendo performance em volta lançada, nos primeiros estágios de um stint. Há algo a ser entendido e não é algo mágico, mas sim várias coisas que interferem na performance. Segundo e terceiro é um bom resultado, mas estamos dando o nosso melhor para vencermos e ainda há uma diferença".

VÍDEO: Leclerc? Pérez? Quem foi o pior do GP da França?

 

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Mercedes: Hamilton está escondendo alguns dados de Russell?
Próximo artigo F1 - Hill: "Sainz parece mais líder que Leclerc na Ferrari"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil