Filho de Enzo Ferrari detona transmissão de TV da F1 atual: carros parecem ter velocidade de F2

Piero Ferrari também criticou custos da categoria para que projetos fiquem escondidos, além de revelar que sempre conversa com Bernie Ecclestone

Filho de Enzo Ferrari detona transmissão de TV da F1 atual: carros parecem ter velocidade de F2

O gasto de tecnologia pelas equipes de Fórmula 1 não se justifica pelos níveis de sigilo do esporte e pela falta de espetáculo na televisão, afirmou Piero Ferrari. O italiano, que é o único filho vivo do fundador da Ferrari, Enzo, acredita que a categoria precisa equilibrar melhor a forma como é apresentada aos fãs, porque ele acha que muitos elementos dela estão sendo perdidos.

Piero acha que os carros mais rápidos de todos os tempos da F1 não parecem ser assim quando mostrados na TV e questionou por que as equipes gastam milhões no desenvolvimento de carros apenas para manter suas inovações privadas.

Leia também:

“Com os efeitos da pandemia, não é possível acompanhar a F1 exceto pela televisão”, disse Ferrari ao Motorsport.com.

“Temos os monopostos mais rápidos da história, mas as imagens que chegam até nós pela TV não dão aquelas sensações que você experimenta quando está no circuito e consegue ver na vida real. O que passa para as pessoas, para os fãs, é algo diferente.”

"Esses são carros de F1 que vão a mais de 330 km/h, mas olhando para eles na tela, você não tem a sensação de que eles estão fazendo uma velocidade diferente da Fórmula 2.”

“Então, eu me pergunto qual é o sentido de investir grandes quantias em soluções [técnicas] que pouco contribuem para o show?”

Questionado sobre o fato de que muitas das inovações da F1 não são explicadas porque as equipes gostam de manter as coisas em segredo, Ferrari disse: “Claro, porque algumas ideias são protegidas por patentes. Mas gastamos quantias aterrorizantes e depois mantemos tudo em segredo. Você pode me explicar que sentido isso faz?”

Ferrari diz que continua em contato regular com o comandante da F1, Bernie Ecclestone, e a dupla concorda que os atuais chefes das corridas precisam resolver as coisas para torná-las melhores para os fãs.

"Recentemente, conversei sobre isso com Bernie Ecclestone, com quem ouço de vez em quando ao telefone", acrescentou Ferrari.

“A F1 deve ser um esporte que deve voltar a oferecer um show que diverte o torcedor. Temos monopostos muito rápidos com tecnologia muito avançada, mas alguém sabe sobre isso?”

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

BAND terá F1 com transmissão MAIOR e divisão entre TV ABERTA e FECHADA; entenda como será COBERTURA

PODCAST: Como seria a transmissão dos sonhos da F1 no Brasil?

 

compartilhar
comentários
Mercedes "não tem dúvidas" sobre comprometimento de Hamilton com F1

Artigo anterior

Mercedes "não tem dúvidas" sobre comprometimento de Hamilton com F1

Próximo artigo

Confira os capacetes dos pilotos da F1 para temporada 2021

Confira os capacetes dos pilotos da F1 para temporada 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Scuderia Ferrari
Autor Jonathan Noble