Haas anuncia que Grosjean não correrá em Abu Dhabi e confirma Pietro Fittipaldi para segundo GP

Francês optou por voltar para casa e seguir o tratamento para as queimaduras em suas mãos

Haas anuncia que Grosjean não correrá em Abu Dhabi e confirma Pietro Fittipaldi para segundo GP

Romain Grosjean não participará daquela que seria sua última corrida na Fórmula 1. A Haas confirmou neste domingo que o francês não correrá o GP de Abu Dhabi na próxima semana, com o piloto optando por voltar para sua casa para seguir com o tratamento das queimaduras em suas mãos. Em seu lugar, a equipe optou por manter o brasileiro Pietro Fittipaldi.

Grosjean saiu do acidente do GP do Bahrein com queimaduras nas mãos devido ao fogo que iniciou logo após a forte batida na barreira após a curva 3. O francês já havia descartado correr no GP de Sakhir deste fim de semana, mas tinha esperanças de fazer uma aparição final em Abu Dhabi.

Leia também:

Mas, em um comunicado divulgado no domingo, antes da segunda corrida no Bahrein, a Haas anunciou que Grosjean não correrá em Abu Dhabi, optando por retornar para sua casa na Suíça para continuar o tratamento. Em seu lugar, Pietro Fittipaldi seguirá a bordo do carro.

"É com muita tristeza que anuncio que não farei minha corrida final em Abu Dhabi e não estarei junto da equipe. Tentamos ao máximo com o médico para acelerar a recuperação e melhorar minha mão, mas o risco era muito grande para minha saúde".

"Então tomamos a decisão de não correr. Foi uma das mais difíceis da minha vida, mas obviamente a mais sábia. Sentirei falta da equipe, mas estarei apoiando-os como sempre".

Grosjean já disse que gostaria de um teste privado o mais cedo possível para garantir que seu último capítulo na F1 não seja o acidente. Toto Wolff confirmou que estaria disposto a dar essa oportunidade ao francês.

"Naturalmente estou triste que Romain perderá sua última corrida com a Haas. Mas todos chegamos a um acordo de que o melhor é ele seguir o tratamento e sua recuperação após o acidente".

"Romain mostrou uma excepcional coragem ao longo dos últimos dias. Sabemos o quanto ele queria voltar ao cockpit em Abu Dhabi e todos queríamos que isso acontecesse".

Grosjean se juntou à Haas em 2016, quando a equipe estrou na F1 e esse é o primeiro GP sem o francês em um dos carros. Em outubro, a equipe confirmou que não renovaria com Grosjean e Kevin Magnussen, assinando com Nikita Mazepin e Mick Schumacher para 2021.

"Romain acreditou em nosso projeto desde o início, comprometendo-se conosco antes mesmo de termos um carro construído. Não há dúvidas sobre sua determinação e o esforço que ele teve para nos ajudar a conquistar o que temos na F1".

"Seremos sempre muito gratos a ele por esse comprometimento. São essas qualidades e seu foco e ambição que vão ajudá-lo na recuperação. Em nome de Gene Haas e do meu, junto com toda a operação da Haas, desejamos a Romain o melhor e um caminho a uma recuperação plena".

 

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1: Bottas derrota Russell e Verstappen por menos de 1 décimo; veja como ficou grid do GP de Sakhir

PODCAST: O 'milagre' Grosjean e o que Pietro Fittipaldi pode fazer em estreia na F1

 

compartilhar
comentários
F1: Haas elogia Pietro Fittipaldi e traça objetivo para o brasileiro no GP de Sakhir

Artigo anterior

F1: Haas elogia Pietro Fittipaldi e traça objetivo para o brasileiro no GP de Sakhir

Próximo artigo

Wolff afirma que Bottas e Russell estão livres para correr no GP: "Sem coleiras"

Wolff afirma que Bottas e Russell estão livres para correr no GP: "Sem coleiras"
Carregar comentários