Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Kubica: mudanças de 2019 “chegaram na hora” certa para volta

compartilhar
comentários
Kubica: mudanças de 2019 “chegaram na hora” certa para volta
Por:
Co-autor: Scott Mitchell
11 de dez de 2018 19:46

Robert Kubica considera que as mudanças nas regras para a temporada de 2019 chegaram em “momento perfeito” para seu retorno à F1.

Kubica correrá na categoria pela primeira vez desde 2010, já que foi escolhido para formar dupla com George Russell na Williams.

Os carros de 2019 contarão com novas asas, dutos de freios e defletores como parte da mudança aerodinâmica de olho em facilitar que um carro siga o rival da frente de perto.

“Tenho muita experiência com corridas, na F1, então sei o que é preciso para ser um piloto de ponta na F1 – não estou com medo disso”, disse Kubica, quando questionado pelo Motorsport.com sobre suas expectativas para o retorno.

“Sei que isso requer muito trabalho e dedicação, e estou pronto para isso.”

“Do ponto de vista técnico, de pilotagem, tivemos o teste de Abu Dhabi, teremos os testes de pré-temporada, então, quando estivermos na Austrália, será tempo suficiente para me preparar para esse lado.”

“É uma história diferente quando você chega aos testes no fim do ano e se compara com pilotos que conhecem os carros e os pneus.”

“Em 2019, todos começaremos do zero, digamos, então não estou com medo do fato de que estou afastado da F1 há oito anos. Estou olhando para frente – sei o que é preciso e o que tenho de fazer. Se eu fizer meu trabalho bem, tenho certeza de que todos estarão felizes.”

Kubica chegou perto de garantir uma vaga de titular na Williams para 2018 antes de a equipe optar por Sergey Sirotkin ao lado de Lance Stroll. No entanto, ele foi convocado para ser piloto reserva e de testes.

“Com certeza, quanto mais experiência você tem, mais confiança você pega e você fica mais pronto”, disse.

“Eu estava pronto em janeiro [de 2018], mas este ano me deu mais tempo para aprender. É verdade que guiar um carro de F1 nos testes ajuda, mas também não é como se você aprendesse tudo.”

“Então, terei de descobrir no começo do ano. Trata-se mais de descobrir, não de aprender – porque descobrir coisas todos os pilotos terão de fazer com os novos carros, os novos pneus, os novos sistemas.”

“Acho que este é um momento perfeito para mim e é por isso que decidi embarcar nessa. Estou me sentindo pronto. É preciso ser realista, e sabemos que não será fácil.”

“Para mim, tem sido um grande desafio entrar na F1. Garantir que eu estou entregando o que se espera de mim será um desafio ainda maior do ponto de vista esportivo.”

“Mas não estou com medo algum disso. Me sinto pronto e empolgado, e isso me dá motivação adicional e dedicação àquilo que já venho fazendo neste ano.”

Próximo artigo
Grosjean diz que pensou em ser cozinheiro após saída da F1

Artigo anterior

Grosjean diz que pensou em ser cozinheiro após saída da F1

Próximo artigo

Apresentação da McLaren convenceu Sainz de recuperação

Apresentação da McLaren convenceu Sainz de recuperação
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Robert Kubica
Equipes Williams
Autor Alex Kalinauckas