Kvyat: falta de notícias sobre futuro na AlphaTauri é “uma vergonha”

Piloto russo não deve retornar à F1 em 2021, sendo substituído por Yuki Tsunoda, terceiro colocado na F2 nesta temporada

Kvyat: falta de notícias sobre futuro na AlphaTauri é “uma vergonha”

Daniil Kvyat afirmou que é “um agente livre agora” enquanto aguarda a palavra oficial da AlphaTauri sobre seu futuro na Fórmula 1, considerando a falta de notícias de “uma vergonha”. Espera-se que o russo seja substituído pelo piloto júnior da Red Bull e da Honda Yuki Tsunoda em 2021, após o japonês terminar em terceiro na F2.

A AlphaTauri não fez nenhum anúncio oficial sobre o futuro de Kvyat, mas o piloto russo disse abertamente que já tem como meta um retorno à F1 em 2022. Questionado pelo Motorsport.com no paddock de Abu Dhabi se ele achava que tinha feito sua última aparição, Kvyat disse que queria “tirar férias” e “então veremos para 2022”.

Leia também:

“Vou tentar voltar, porque me sinto no ambiente certo com as pessoas certas ao meu redor no carro certo, o que eu gosto”, disse Kvyat.

“Posso ser extremamente competitivo e ainda sinto que tenho muito para dar. Agradeço, claro, por tudo, por todos esses anos. Foi ótimo, grande passagem, esses últimos dois anos com a equipe. Isso é fantástico. Eles são incríveis”.

“Mas é uma vergonha que nem consigo dizer se vou estar lá ou não no ano que vem. É um pouco engraçado, estou falando aqui com você. E eles ainda meio que não me deram as notícias oficiais. É sobre isso”.

Kvyat correu pela AlphaTauri nas últimas duas temporadas, naquela que é sua terceira passagem separada pela equipe.

Ele fez sua estreia com sua antecessora, a Toro Rosso, em 2014, antes de se mudar para a Red Bull uma temporada depois - apenas para ser enviado de volta à Toro Rosso com apenas quatro corridas na temporada de 2016.

Ele foi então completamente abandonado pelo programa da Red Bull no final de 2017, apenas para retornar em 2019 com a Toro Rosso.

Questionado se achava que seu tempo com a Red Bull finalmente havia acabado, Kvyat disse: “Você nunca pode dizer nunca”.

“A vida te ensina a nunca dizer nunca a nada. Mas, claro, acho que estamos desligados há muito tempo. Eu tinha um contrato de dois anos. Esse era o acordo. É isso aí. E quanto ao resto, pergunte a Helmut [Marko]”.

Kvyat esclareceu que ele era “um agente livre agora” e estava aberto a qualquer opção para 2021, mas deu a entender que poderia tirar um ano sabático das corridas.

“Estou aberto a muitas ideias, não digo não a nada agora”, disse Kvyat. "No próximo ano, acho que em termos de corrida, talvez eu queira um ano de folga. Mas veremos".

“Se algo realmente extremamente bom surgir, é claro que vou pensar em dizer sim. Caso contrário, tentaremos nos concentrar para voltar à Fórmula 1 em 2022”.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PÓDIO: Verstappen fecha temporada em alta; veja debate sobre os melhores do ano

PODCAST: 'Show' de Russell pode gerar problema para Mercedes?

 

compartilhar
comentários
Hamilton quer finalizar novo contrato com Mercedes "antes do Natal"

Artigo anterior

Hamilton quer finalizar novo contrato com Mercedes "antes do Natal"

Próximo artigo

Ricciardo: Alonso e Renault 2005 mostram que F1 precisa ter volta do “fator uau”

Ricciardo: Alonso e Renault 2005 mostram que F1 precisa ter volta do “fator uau”
Carregar comentários