Marko vê Ferrari "de volta" em 2021, mas sem ameaçar Red Bull: "Fizemos o necessário para eliminar as fraquezas da equipe"

O consultor da Red Bull acredita que a sua equipe tem uma vantagem competitiva que as rivais do pelotão do meio não conseguirão reverter

Marko vê Ferrari "de volta" em 2021, mas sem ameaçar Red Bull: "Fizemos o necessário para eliminar as fraquezas da equipe"

O consultor da Red Bull na Fórmula 1, Helmut Marko, acredita que a Ferrari tem sim chances de voltar ao terceiro lugar entre os construtores em 2021. Mas ele não acha que a melhora da equipe italiana seja suficiente para ameaçar Mercedes e Red Bull na luta pela ponta.

A Ferrari ficou atrás não apenas no campeonato de construtores em 2020 como também teve o pior rendimento entre os motores, contra Mercedes, Honda e Renault. Para inverter a situação, a equipe italiana apresentará um novo motor neste ano, e buscam ter um carro mais eficiente após o uso das fichas de desenvolvimento.

Leia também:

Em entrevista ao canal alemão RTL, Marko falou sobre o que esperar da Ferrari para 2021.

"Pelo que ouvimos, eles conseguiram um progresso significativo em termos de motor. Acredito que superaram a perda de 50 cavalos de potência. E eles estão motivados, então acredito que terão a oportunidade de terminar em terceiro novamente".

Mas Marko não acredita que a Ferrari terá uma tarefa fácil para chegar ao terceiro lugar, devido à combinação da Aston Martin com Sebastian Vettel. O austríaco espera que o tetracampeão mostre novamente suas capacidades após um ano ruim com a equipe italiana.

"Seus dois últimos anos na Ferrari foram longe do Seb que conhecemos. Agora está claro que precisa que tudo esteja bem. Acredito que, caso os ponteiros tiverem problemas, Sebastian poderá lutar pela vitória".

Apesar dos desejos de sucesso para Vettel e a Aston, Marko deixou claro que a Red Bull segue sendo a segunda força do grid, tendo uma margem considerável em cima dos rivais.

"A diferença para a Aston Martin foi enorme em 2020. Não acredito que uma temporada seja suficiente para que eles nos alcancem. As coisas dependem também da infraestrutura da equipe. Tudo precisa estar no lugar para poder lutar pelo mundial e não acredito que a Aston já tenha isso".

Ao falar de seu próprio chassi, Helmut Marko informou que o desenvolvimento do RB16B segue conforme o planejado e que, com as mudanças técnicas, eles pretendem dar um passo adiante, continuando o momento competitivo que tiveram no final de 2020, para se colocar na luta contra a Mercedes.

"Queremos ser competidores sérios para a Mercedes. A temporada passada não foi como o planejado, mas terminou bem. Temos dados muito positivos da Honda em termos de melhora no rendimento. Também progredimos com o chassi".

"Já não seremos uma equipe de um homem só porque temos Sergio Pérez, que está próximo do rendimento de Max. Fizemos o necessário para eliminar as fraquezas da equipe".

Finalmente, disse que buscarão uma forma de aproveitar a incerteza contratual entre Lewis Hamilton e a Mercedes.

"Hamilton vai ocupar a vaga da Mercedes ou vai descansar, porque não há espaço em nenhuma outra equipe. Toda essa situação causa um mal-estar na Mercedes e espero que a Red Bull se beneficie disso.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

A dois meses da F1 2021, novela de Hamilton com Mercedes tem novos capítulos

PODCAST: Chico Serra esclarece rivalidade com Piquet, amizade com Senna e briga com Raul Boesel

 

compartilhar
comentários
Stroll classifica 2020 como um bom ano, mas repleto de "oportunidades perdidas"

Artigo anterior

Stroll classifica 2020 como um bom ano, mas repleto de "oportunidades perdidas"

Próximo artigo

Wolff afirma que "surpresas" atrasam negociação de novo contrato com Hamilton

Wolff afirma que "surpresas" atrasam negociação de novo contrato com Hamilton
Carregar comentários