Fórmula 1
27 jun
-
30 jun
Evento encerrado
11 jul
-
14 jul
Evento encerrado
25 jul
-
28 jul
Evento encerrado
01 ago
-
04 ago
Evento encerrado
R
GP da Bélgica
29 ago
-
01 set
Próximo evento em
4 dias
05 set
-
08 set
Próximo evento em
11 dias
R
GP de Singapura
19 set
-
22 set
26 set
-
29 set
Próximo evento em
32 dias
10 out
-
13 out
Próximo evento em
46 dias
24 out
-
27 out
Próximo evento em
60 dias
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
67 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
95 dias

Mercedes: Largada lenta de Bottas na Espanha não foi causada por problemas de embreagem

compartilhar
comentários
Mercedes: Largada lenta de Bottas na Espanha não foi causada por problemas de embreagem
Por:
Co-autor: Adam Cooper
15 de mai de 2019 12:15

Equipe acredita que início ruim que custou vitória de finlandês no GP da Espanha foi causado pela falta de aderência e não por um problema no carro

Valtteri Bottas relatou um comportamento "estranho" na embreagem imediatamente após a corrida de domingo, tendo perdido a vantagem da pole position para o companheiro de equipe, Lewis Hamilton, logo na primeira curva.

No mais recente vídeo da equipe, o diretor esportivo da Mercedes, Ron Meadows, disse: “Acreditamos que foi apenas uma falta de aderência no lado do pole position.”

“Se você olhar nas corridas que antecederam as prova, com mais frequência, o segundo colocado ou mesmo o terceiro ou quarto lugar teve um início melhor que o pole.”

Leia também:

O engenheiro, Andrew Shovlin, disse: “Sim, esse é um dos elementos.

“Há uma certa derrapagem, a embreagem fica escorregando, há um pouco de interação entre as duas partes.”

“Vamos pegar todos os elementos e dar uma boa olhada nesta semana para entender isso melhor.”

"No momento, achamos que a questão número um é a aderência e não um problema com o carro."

Bottas sentiu que, diferentemente do GP da China, quando ele também começou mal e perdeu a vitória para Hamilton, ele não fez nada de errado na Espanha.

Ele disse depois da corrida de domingo que a China havia "um pouco mais de culpa", mas que desta vez ele "não faria nada diferente".

Apesar de ter tido algumas derrapagens no início dos treinos que deu “dicas” do comportamento que que teve no início da corrida, Bottas insistiu: “Eu nunca tive esse tipo de sentimento antes”.

"Podemos definitivamente ver a vibração na embreagem e o comportamento anormal, que me custou poucos metros cruciais no caminho para a curva 1", disse o finlandês.

“O carro todo estava vibrando, e já podemos ver pelos dados que, por causa disso, minha mão e o carro estavam vibrando também.”

“Foi com alto atrito, então eu perdi alguns metros com isso na parte inicial. O restante da largada foi muito boa”.

Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10, and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10, lead the field away at the start

Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10, and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10, lead the field away at the start

Photo by: Jerry Andre / Sutton Images

Próximo artigo
Magnussen lidera manhã de testes da F1 em Barcelona

Artigo anterior

Magnussen lidera manhã de testes da F1 em Barcelona

Próximo artigo

Ferrari: Soluções rápidas são possíveis para “deficiências óbvias” de carro atual

Ferrari: Soluções rápidas são possíveis para “deficiências óbvias” de carro atual
Carregar comentários