Para Webber, Alonso pode deixar McLaren antes do fim de 2017

compartilhar
comentários
Para Webber, Alonso pode deixar McLaren antes do fim de 2017
Por:
Traduzido por: Gabriel Carvalho

Segundo Mark Webber, Fernando Alonso está "muito longe de onde gostaria", o que pode levá-lo a deixar time de Woking antes do final da temporada 2017 da Fórmula 1, quando o contrato do espanhol se encerra

Mark Webber, Channel 4 Presenter
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32, makes a pit stop
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32

Fernando Alonso, que iniciou a terceira temporada com a McLaren no último domingo (26), no GP da Austrália, enfrentou uma pré-temporada cheia de dificuldades com o novo motor da Honda, que não cumpriu as expectativas - tanto que a fabricante já trabalha em um novo propulsor, previsto para Mônaco.

O bicampeão, que esperava brigar pelas primeiras posições neste ano, conseguiu o 13º posto no grid de largada, mas abandonou a prova com problemas no assoalho. O contrato de Alonso com o time de Woking se encerra no fim da temporada, mas há quem acredite que o espanhol pode sair antes disso.

Mark Webber, amigo próximo do asturiano, entende que o piloto, frustrado com o baixo rendimento da McLaren, pode deixar a equipe antes do fim da temporada.

"Talvez Fernando não esteja aqui por todo o ano. Talvez Stoffel (Vandoorne) tenha um companheiro diferente em algum momento. Talvez Fernando não complete a temporada, nunca se sabe", disse Webber à TV belga Sporza

"Ele está frustrado, não quer nem terminar em sexto ou sétimo. Talvez pontuar seja algo muito bom para Stoffel, mas Fernando não está interessado somente nos pontos. Ele quer brigar pelo pódio. Mentalmente, Fernando está muito longe de onde gostaria de estar", afirmou.

Temporada dura pode ser benéfica para Vandoorne

Webber vê a situação complicada da McLaren podendo ser algo benéfico para Vandoorne, caso o belga - que terminou a prova em Melbourne na 13ª posição - saiba extrair o melhor disso.

"É complicado, o carro e a equipe não estão bem. Mas ele pode aprender algo nos bastidores, então um cenário de aprendizado no primeiro ano não é tão ruim para, já que ele não está no olho do furacão. Quem está no olho do furacão é a equipe, com a questão política e os problemas com a Honda", ponderou.

"Ele foi bem nas categorias de base, acredito que ele ainda tem bom valor no mercado. Você não pode é ter dois anos assim, mas ele vai se sair bem", completou.

Festa e preocupação: imprensa europeia se divide com nova F1

Artigo anterior

Festa e preocupação: imprensa europeia se divide com nova F1

Próximo artigo

Mesmo fora do pódio, Raikkonen se anima com resultado

Mesmo fora do pódio, Raikkonen se anima com resultado
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Mark Webber , Fernando Alonso
Equipes McLaren
Autor Pablo Elizalde