Renault diz que dados do motor de 2017 são "encorajadores"

Fabricante francesa revelou que resultados dos testes da unidade de potência de 2017 feitos em um dinamômetro foram positivos e indicam avanços em termos de desempenho para a próxima temporada

Renault diz que dados do motor de 2017 são "encorajadores"
Frederic Vasseur, Renault Sport F1 Team Racing Director in the FIA Press Conference
Frederic Vasseur, Renault Sport F1 Team Racing Director
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS16 with a broken front wing
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS16
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RE16
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16
Carregar reprodutor de áudio

A Renault está empolgada com os primeiros dados da unidade de potência para a próxima temporada. Neste ano, a fabricante francesa já conseguiu reduzir a enorme desvantagem em termos de desempenho que apresentara em 2014 e terá novidades para o GP de Cingapura.

O foco, entretanto, é conseguir mais um grande avanço em 2017, o que permitirá tanto ao time de fábrica quanto à Red Bull entrarem na briga por vitórias com mais regularidade.

O chefe da Renault team, Fred Vasseur revelou que a fabricante não se ilude com a ideia de chegar ao mesmo nível da Mercedes no próximo ano, mas deixou a entender que os franceses farão avanços significativos para 2017. 

"Neste ano, tivemos dois bons avanços: o primeiro foi antes do GP da Austrália, o outro foi para os GPs de Mônaco e do Canadá. Não vejo a gente tão longe da Mercedes - ainda estamos atrás, mas se você olhar os dados verá que estamos melhorando", disse Vasseur ao Motorsport.com

"Sabemos exatamente o que temos no banco de provas para 2017, pois nosso V6 está no dinamômetro e creio que os dados são encorajadores", afirmou.

Renault busca top-5 em 2017

Enquanto a ambição da Red Bull para a próxima temporada é brigar pelo título, Vasseur disse que a equipe oficial da Renault ficará satisfeita se terminar entre as cinco primeiras no Mundial de Construtores em 2017.

"Temos em mente os objetivos traçados por (Carlos) Ghosn, nosso presidente, que disse que no terceiro ano deveremos ser capazes de brigar por pódios e no quinto ano devemos vencer corridas. Entre hoje e o terceiro ano, deveremos estar em posição de fazer um pódio", afirmou.

"Levando isso em consideração, imaginamos que poderemos terminar entre os cinco primeiros nos Construtores no ano que vem. Creio que será um bom resultado", completou.

compartilhar
comentários
Button diz que pode correr no turismo japonês em 2017
Artigo anterior

Button diz que pode correr no turismo japonês em 2017

Próximo artigo

Análise técnica: a controversa suspensão do W07

Análise técnica: a controversa suspensão do W07