Ricciardo: F1 pode ter "corrida doida" em Nurburgring

compartilhar
comentários
Ricciardo: F1 pode ter "corrida doida" em Nurburgring
Por:

O australiano destacou a imprevisibilidade do clima naquela região da Alemanha e como isso pode ser um desafio na preparação dos carros

Neste fim de semana, a Fórmula 1 volta à Nurburgring pela primeira vez em sete anos, e a previsão do tempo mostra que o grid pode ter grandes desafios com as baixas temperaturas (abaixo de 10 graus) e a possibilidade de chuva. Para Daniel Ricciardo, esses ingredientes podem criar um GP de Eifel "doido".

A prova em solo alemão acontece muito mais tarde no ano que o normal devido aos problemas causados pela pandemia, e a previsão do tempo coloca como temperatura máxima no fim de semana 12 graus na sexta, enquanto a possibilidade de chuva será uma constante.

Leia também:

As condições frias tornarão as coisas mais difíceis para as equipes aquecerem carros e pneus, podendo criar algumas imprevisibilidades. 

Falando antes da corrida, Ricciardo disse: "A previsão do tempo mostra que vai ser bem frio e com chuva, então deve ser bem diferente das últimas corridas, marcadas pelo calor".

"Deve ser interessante ver como que os carros se comportarão nestas condições. No geral, com o momento do ano, pode ser um fim de semana imprevisível. Podemos estar próximos de uma corrida doida. Vamos ver o que acontecerá".

O clima em Nurburgring neste período do ano pode mudar dramaticamente, e o chefe da Red Bull, Christian Horner, admite que as equipes terão momentos difíceis. 

"Será desafiante. Eu estive lá em maio e você abre as cortinas e vê neve! Já tive uma corrida cancelada lá no passado. Tudo pode acontecer. Pode ser um belo final de semana de outono, ensolarado. Mas é bom estarmos preparados para tudo e leve uma jaqueta de frio, porque acho que será necessário!".

O foco para as equipes neste final de semana será aquecer os pneus para funcionar corretamente. Com as condições frias, pode ser especialmente difícil para fazer isso com os compostos mais duros.

Mas, se o evento for marcado por chuvas, as equipes também terão que gerenciar seus pneus intermediários e de chuva pesada.

O engenheiro-chefe de corridas da Renault, Ciaron Pilbeam, disse: "Precisamos estar preparados para focar nos pneus caso esteja seco, e considerar como usar nosso número limitado de pneus de chuva".

Mas o chefe da McLaren, Andreas Seidl disse que as temperaturas não devem ser muito piores do que as vistas na pré-temporada de Barcelona, geralmente realizada no inverno europeu, quando as equipes não têm muitos problemas.

"É difícil prever. Acho que, no final, depende muito da escolha de pneus e como eles vão funcionar, especialmente se a pista estiver com temperaturas baixas. Mas é o mesmo desafio para todos".

"Mas fazemos a pré-temporada em Barcelona no inverno, com a temperatura de pista também abaixo de 10 graus na manhã e os carros têm performance porque a aderência está ali, com os pneus".

Alonso é TAXATIVO sobre seus rivais Hamilson e Schumacher e "se compara" a algoz Vettel; veja

PODCAST: Kimi Raikkonen, 'apenas' um grande personagem ou um verdadeiro campeão?

 

F1: Stewart diz que Hamilton não está no mesmo nível de nomes do passado como Fangio e Clark

Artigo anterior

F1: Stewart diz que Hamilton não está no mesmo nível de nomes do passado como Fangio e Clark

Próximo artigo

Chefe da McLaren afirma que F1 não precisa introduzir "elementos artificiais" para melhorar espetáculo

Chefe da McLaren afirma que F1 não precisa introduzir "elementos artificiais" para melhorar espetáculo
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Autor Jonathan Noble