Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Russell: Não quero apenas disputar com Kubica, mas entendo momento

compartilhar
comentários
Russell: Não quero apenas disputar com Kubica, mas entendo momento
Por:
Co-autor: Adam Cooper
21 de mar de 2019 14:20

Britânico reconhece que sua principal oposição nas provas deste ano será seu parceiro, mas que no futuro quer mirar mais adiante

O estreante da Fórmula 1, George Russell, disse que não está interessado em lutar exclusivamente contra o companheiro de Williams, Robert Kubica, no final da grid.

Após a chegada tardia de seu novo FW42 complicar o programa de pré-temporada da equipe, a Williams foi firmemente a última na hierarquia em todo o GP da Austrália, que abriu a temporada.

Leia também:

Russell ficou atrás de Kubica no primeiro treino, mas esteve à frente em todas as sessões depois disso, terminando uma volta na frente no piloto polonês na corrida, após Robert ter quebrado sua asa dianteira no começo.

"De uma perspectiva pessoal, você só tem o seu companheiro de equipe para se comparar", disse Russell após a corrida.

“Obviamente não estou desapontado por ter saído à frente, mas no final do dia não estou interessado em lutar com ele pelo último lugar. Precisamos trabalhar juntos para fazer isso direito.”

“Pessoalmente posso ter um pouco de satisfação neste final de semana. Sábado foi um ótimo dia para mim, deixei o circuito com a cabeça erguida e na corrida sabíamos o que estávamos fazendo. E obviamente não foi uma luta justa com Robert. Ele teve danos no começo.”

"Então, para nós dois, foi apenas trazer o carro para casa e aprender o máximo que pudemos."

Russell passou pela bandeira quadriculada em 16º lugar naquela que foi sua estreia na Fórmula 1, a duas voltas do vencedor Valtteri Bottas.

Mas uma estratégia de duas paradas significou que o britânico se viu perseguindo um grupo de carros do meio do grid do final.

“No final da corrida, eu também fiquei atrás do Lando Norris e do Sergio Perez, porque estava com pneus novos”, disse Russell.

“Então foi bem legal na verdade apenas estar perto e entender realmente o quanto estamos perdendo ali. Quase podemos dizer que são sessões de treinos para quando tivermos o ritmo no futuro."

A chefe da equipe, Claire Williams, elogiou os esforços de seus dois pilotos em Melbourne.

"Tanto George quanto Robert fizeram um ótimo trabalho para nós neste fim de semana", disse ela ao Motorsport.com. “Estou feliz com os dois”.

“Sabíamos que seria difícil, sabíamos que estaríamos lá atrás. Mas, como eu disse para a equipe, as pessoas ainda estão nos observando. Era importante que saíssemos e fizéssemos o melhor trabalho possível.”

"Conseguimos chegar com os dois carros, fizemos ótimos pit stops e fizemos boas chamadas de estratégia. Isso é tudo que podemos pedir no momento."

"A coisa mais importante é que aprendemos muito com isso, há muita informação agora que podemos analisar para fazer melhorias."

Próximo artigo
Mercedes continuará avaliando conceitos aerodinâmicos da Ferrari

Artigo anterior

Mercedes continuará avaliando conceitos aerodinâmicos da Ferrari

Próximo artigo

ANÁLISE: A Red Bull tem motor para lutar pelo título mundial?

ANÁLISE: A Red Bull tem motor para lutar pelo título mundial?
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Robert Kubica , George Russell
Equipes Williams
Autor Valentin Khorounzhiy