Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
49 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
56 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
70 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
84 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
98 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
105 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
119 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
133 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
140 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
154 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
161 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
175 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
189 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
217 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
224 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
238 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
245 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
259 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
273 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
280 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
294 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
308 dias

Sainz: Série do Netflix prova que pilotos devem ter personalidade

compartilhar
comentários
Sainz: Série do Netflix prova que pilotos devem ter personalidade
Por:
9 de abr de 2019 11:48

Piloto espanhol diz que saldo de projeto é positivo, mas que algumas coisas devem estar mais claras para a próxima temporada

Carlos Sainz acredita que a recepção positiva que a Fórmula 1 recebeu após sua série no Netflix mostra por que os pilotos devem poder ter mais liberdade para falar o que pensam.

Sainz, que foi o foco de um episódio ao lado de Fernando Alonso, avalia que poder falar com mais liberdade do que normalmente acontece nos GPs foi algo que ele achou extremamente positivo.

Leia também:

"Hoje em dia, os pilotos precisam ter muito cuidado com o que dizem na TV", disse o piloto da McLaren ao Motorsport.com. "Há tanto dinheiro e tantos patrocinadores envolvidos que você tem que ser tão cuidadoso com o que diz, com os comentários que faz”.

"Eu acho que o Netflix foi uma boa maneira de se mostrar um pouco na frente das câmeras, mostrar um pouco daquele ambiente e mostrar a si mesmo na realidade. Se as pessoas gostarem, perfeito. Se não, azar. Mas é isso. Eu sou eu, você sabe.”

Sainz disse que tentar recriar a atmosfera do esporte nas décadas de 1970 e 1980, quando os pilotos se manifestavam de maneira alegra contra seus rivais, não seria realista, mas ele acredita que as coisas podem ser melhoradas frente ao jeito que estão atualmente.

"Muitas pessoas voltam para os anos 70 e 80, quando os pilotos entravam em um motorhome do outro e se socavam no rosto ou algo assim", explica Sainz.

"Muitas pessoas na Fórmula 1 estão nostálgicas sobre isso, mas eu não acho que seja assim. Acho que precisamos trabalhar para tornar os pilotos mais as estrelas do show, deixando as personalidades subirem um pouco mais, porém sempre respeitando a quantidade de dinheiro e quantidade de pessoas que estão nos patrocinando e acreditando em nós. Precisamos encontrar o equilíbrio certo. É uma maneira difícil de encontrar, mas devemos nos preocupar com isso."

Sainz disse que recebeu elogios em relação à sua aparição no Netflix, mas avalia que um equilíbrio precisa ser alcançado entre os produtores a partir de agora.

Perguntado se foi difícil deixar câmeras entrarem dentro de sua casa, Sainz disse: "foi difícil, porque não sabíamos o quanto conseguiríamos."

"Nós estávamos fazendo isso sem realmente saber o quanto sairia no Netflix, ou o quanto eu estaria no Netflix. Acontece que eu tive um episódio completo para mim, o que foi bom.”

"Mas ouvi dizer que muitos pilotos tiveram se queixaram um pouco. Eles passaram muito tempo com o Netflix e não tiveram muito tempo nos episódios. Provavelmente é algo que precisamos analisar.”

"Além disso, para os pilotos, é muito tempo gasto com as câmeras sem realmente nada nos contratos dizendo muito sobre isso. Então, é algo que talvez precisemos deixar mais claro em nossos contratos."

Próximo artigo
Hulkenberg: Renault tem "problemas semelhantes" aos de 2018

Artigo anterior

Hulkenberg: Renault tem "problemas semelhantes" aos de 2018

Próximo artigo

Hamilton admite que não viu série da F1 na Netflix, mas elogia produção

Hamilton admite que não viu série da F1 na Netflix, mas elogia produção
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Carlos Sainz Jr. Compre Agora
Equipes McLaren Compre Agora
Autor Jonathan Noble