Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
6 dias

Temendo quebra, Honda introduz novo motor para Red Bull e Toro Rosso em Baku

compartilhar
comentários
Temendo quebra, Honda introduz novo motor para Red Bull e Toro Rosso em Baku
Por:
24 de abr de 2019 12:12

Japoneses detectaram problema no “controle de qualidade” das unidades após prova na China

A Honda apresentará seu primeiro motor atualizado da temporada de 2019 no GP do Azerbaijão deste fim de semana, após a descoberta de um problema no controle de qualidade.

As Red Bulls de Max Verstappen e Pierre Gasly e os dois Toro Rossos usarão um novo motor de combustão interna em Baku. A Honda descreveu os principais benefícios do V6 atualizado citando “durabilidade aprimorada, maior vida útil, melhor confiabilidade e uma leve melhora no desempenho”.

Leia também:

Os pilotos da Toro Rosso, Daniil Kvyat e Alexander Albon, haviam acabado de trocar para o segundo motor da temporada na China. Kvyat, devido a um problema descoberto depois da primeira sessão de treinos, e Albon devido ao forte acidente no TL3.

A investigação da Honda sobre o problema da Kvyat concluiu que se tratava de uma "questão de controle de qualidade". A montadora disse que é "uma das razões" pelas quais vai para o motor "Spec 2" nos quatro carros a partir de Baku.

As trocas colocam Kvyat e Albon próximos de penalizações de grid, com o próximo motor novo provocando uma punição de grid. São permitidos aos pilotos três motores de combustão, três turbos e três MGU-Hs por ano, além de dois MGU-K, duas baterias armazenadoras de energia e dois controles eletrônicos.

Por isso, é provável que a Red Bull e a Toro Rosso precisem ultrapassar esse limite e sofram penalidades nesta temporada, enquanto a Honda continua a se desenvolver em sua tentativa de chegar mais próxima de Mercedes e Ferrari.

A mudança para um segundo conjunto de componentes na corrida quatro garante efetivamente que a Verstappen e a Gasly precisem de um quarto motor, pelo menos, no final do ano.

As fabricantes de motores como Ferrari e Mercedes tradicionalmente esperam até a sétima corrida, no Canadá, para apresentarem suas primeiras atualizações da temporada.

Mas Baku é um circuito de alta velocidade no qual o motor é importante. Isso também pode ter contribuído para a decisão da Honda de introduzir uma atualização predominantemente baseada em confiabilidade mais cedo do que o normal.

Próximo artigo
Russell: Williams precisa se desenvolver duas ou três vezes mais que rivais

Artigo anterior

Russell: Williams precisa se desenvolver duas ou três vezes mais que rivais

Próximo artigo

Bottas: Turbulência ainda atrapalha disputas apesar de novas regras

Bottas: Turbulência ainda atrapalha disputas apesar de novas regras
Carregar comentários