Vettel: Crise climática me faz questionar continuidade na F1

Tetracampeão concordou quando foi questionado se não poderia se chamado de hipócrita por defender um mundo mais verde enquanto segue na F1

Carregar reprodutor de áudio

O tetracampeão Sebastian Vettel participou do programa britânico Question Time na última quinta-feira (12) para discutir diversos assuntos políticos e globais, com uma forte ênfase na crise energética. E falando sobre a questão ambiental, o alemão revelou que a crise climática que o mundo enfrenta o faz questionar se deveria estar na Fórmula 1.

Nos últimos anos, Vettel surgiu como uma voz importante dentro do esporte a motor sobre as questões climáticas que o mundo enfrenta, além de outros tópicos sociais e políticos, como direitos da comunidade LGBTQIA+ e a Guerra na Ucrânia.

Leia também:

Durante o programa, Vettel reforçou a importância dos países não serem dependentes de apenas uma fonte energética, citando o caso alemão com o gás russo, que a afeta desde o início da invasão ucraniana em fevereiro.

Quando apontado pelo apresentador que Vettel participa de um esporte amplamente consumidor de combustíveis, a plateia presente chegou a soltar alguns risos. Questionado se correr na F1 o tornaria um hipócrita, ele respondeu: "Sim, e vocês estão certos por rirem, já que são questões que me faço todos os dias".

"Não sou um santo. Estou muito preocupado com o futuro, quando falamos desses tópicos, de energia, dependência energética e para onde vamos no futuro".

Sebastian Vettel, Aston Martin AMR22

Sebastian Vettel, Aston Martin AMR22

Photo by: Jerry Andre / Motorsport Images

Vettel acrescentou que "algo que ele mesmo se pergunta" é se deveria estar na F1 e "viajando pelo mundo".

"Há algumas coisas que estão sob meu controle e outras que não. É minha paixão guiar um carro, eu amo isso. Toda vez que entro no carro, eu amo isso. Quando eu saio do carro, claro que penso também se isso é algo que deveríamos estar fazendo. Viajar pelo mundo, gastando recursos...".

Mas Vettel também destacou a importância da F1 como fonte de entretenimento, acreditando que as pessoas "provavelmente ficariam loucas" sem algo para aproveitar.

"Há várias perguntas que faço a mim mesmo. Há muitas coisas que faço porque sinto que posso fazê-las melhor. Eu preciso pegar um avião todas as vezes? Não, não quando posso pegar meu carro. Há algumas coisas que posso controlar e outras que não".

Vettel teve a companhia no painel de Suella Braverman, procuradora-geral e membro do parlamento do Partido Conservador, Shabana Mahmood, membro do parlamento do Partido Trabalhista, a economista Miatta Fahnbulleh e o comediante Geoff Norcott.

Helmet of Sebastian Vettel, Aston Martin

Helmet of Sebastian Vettel, Aston Martin

Photo by: JMD Jens Munser Designs

O quinteto respondeu a questões do público sobre vários tópicos, que incluíram a crise no aumento de preços, os protocolos da Irlanda do Norte no acordo do Brexit, a possível entrada da Finlândia à OTAN e o escândalo do Partygate, que vem minando o poder do Primeiro-Ministro Boris Johnson.

Vettel destacou a crise humanitária na Ucrânia como sendo um ponto chave que as nações precisam lidar, além de dizer que o governo britânico precisa lidar com as consequências de finalizar o acordo de saída do Reino Unido da União Europeia.

Sobre o Partygate e o fato de Johnson ter quebrado a própria lei durante o lockdown, Vettel disse: "Acho que quando você se encontra nesta posição, há certas coisas que simplesmente não tem como fazer".

"No final, quem faz as leis é o Primeiro-Ministro e ele mesmo as quebra. Fico pensando, se eu, como pai de três crianças, tendo explicar algo a elas, falando que é realmente importante, sobre como se comportar, e eu faço o oposto, o que elas pensariam disso? Eu teria credibilidade zero para elas".

"Todos cometemos erros, todos somos humanos. Mas há certas coisas que vem com sua função que você simplesmente não pode fazer".

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #177 - Red Bull 'roubou' status de favorita ao título da Ferrari?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Ferrari busca respostas para perda de vantagem em trechos de baixa
Artigo anterior

F1: Ferrari busca respostas para perda de vantagem em trechos de baixa

Próximo artigo

F1: Dia de filmagem "ultrassecreto" da Ferrari em Monza aumenta dúvidas sobre atualizações

F1: Dia de filmagem "ultrassecreto" da Ferrari em Monza aumenta dúvidas sobre atualizações