Wolff: ter Hamilton e Russell na mesma equipe pode ser uma "aventura"

O chefe da Mercedes voltou a afirmar que para 2021 não há chances de trazer Russell, já que o piloto tem vaga garantida e a equipe tem sua dupla

Wolff: ter Hamilton e Russell na mesma equipe pode ser uma "aventura"

A performance de George Russell no GP de Sakhir de Fórmula 1 segue repercutindo, com muitos defendendo a ida do britânico à Mercedes. Para Toto Wolff, torná-lo companheiro de equipe de Lewis Hamilton poderia oferecer à equipe uma "aventura" para o futuro.

Russell foi trazido da Williams para substituir Lewis Hamilton no GP de Sakhir após o heptacampeão testar positivo para Covid-19. Na prova, saiu de segundo e dominou a maior parte da corrida, ficando próximo de sua primeira vitória na F1 antes dos problemas no pit stop da Mercedes.

Leia também:

Um furo no pneu o jogou ainda mais para trás no grid, terminando em nono, conquistando seus primeiros pontos na F1 após 37 GPs disputados.

Wolff vinha insistindo ao longo da última semana que não trataria a corrida no anel externo do Bahrein como uma forma de batalha entre Russell e Valtteri Bottas pela vaga ao lado de Hamilton em 2022.

Mas a performance do britânico recebeu chuvas de elogios através da comunidade da F1, aumentando os pedidos para que ele receba uma chance na Mercedes no futuro. Perguntado se isso poderia acontecer para 2021, Wolff descartou a ideia, mas ponderou sobre como seria uma dupla Russell - Hamilton no futuro.

"Ele é um piloto da Williams e já está confirmado com eles e nossa dupla é Valtteri e Lewis. Não vejo isso como uma situação realista neste momento".

"Mas entendo que seria uma situação interessante ter os dois na equipe, talvez seria uma aventura para todos nós. Talvez isso pode acontecer no futuro".

Wolff disse que a exibição de Russell daria à Williams uma referência melhor de sua performance para a equipe, mas que seguia incerto sobre o futuro após o fim da parceria do britânico com a sua atual equipe no final de 2021.

"George sempre foi um piloto da Mercedes. Agora, ele é um piloto da Williams, e acredito que eles estejam orgulhoso do que ele fez hoje. Eles sabem agora que suas voltas na Williams são o normal".

"Agora, precisamos ver o que o futuro aguarda. Para ser honesto, ainda não parei para pensar no que isso significa para nós".

Por mais desapontado que tenha ficado com o fato de Russell ter perdido a vitória, Wolff reforçou que isso não pode ser visto como um dia triste, mas sim um onde ele provou seu potencial.

"Não é um dia triste. É um dia onde aprendemos, como equipe, que, quando estamos em uma luta dura pelo campeonato, não podemos ter problemas com o rádio".

"E aprendemos que George Russell é alguém que podemos contar para o futuro. Ele tem todo o potencial e ingredientes que uma estrela precisa. Fico triste pelo resultado perdido em sua primeira corrida conosco, mas, por outro lado, fico feliz por sua performance".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Russell manda recado para Mercedes e Bottas: quer vaga antes de 2022

PODCAST: 'Show' de Russell pode gerar problema para Mercedes?

 

compartilhar
comentários
Haas condena comportamento "abominável" de Mazepin em vídeo publicado nas redes sociais
Artigo anterior

Haas condena comportamento "abominável" de Mazepin em vídeo publicado nas redes sociais

Próximo artigo

Vettel cobra revisão da Ferrari após erros nas paradas no GP de Sakhir

Vettel cobra revisão da Ferrari após erros nas paradas no GP de Sakhir
Carregar comentários