Consistente, Di Grassi reconhece superioridade da e.dams

Mesmo sem o melhor carro, piloto da Abt Audi ressalta que tem apenas quatro pontos de desvantagem na tabela

Consistente, Di Grassi reconhece superioridade da e.dams
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
Podium: Winner Sam Bird, DS Virgin Racing Formula E Team; second place Sébastien Buemi, Renault e.Dams, thrid place Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport and Daniel Abt, ABT Schaeffler Audi Sport

Único piloto a subir a todos os pódios desta temporada, Lucas di Grassi reconhece que está lutando contra um adversário desigual na Fórmula E. Porém, apesar de acreditar que o suíço Sebastien Buemi tem as melhores condições para se sagrar campeão, ele não desiste. Lucas atualmente ocupa a vice-liderança do campeonato, a quatro pontos de Buemi.

Mas, mesmo com a superioridade técnica da e.dams, o brasileiro ainda crê que o piloto ainda conte bastante na equação da performance da F-E.

“A e.dams é o melhor carro. Porém temos uma pequena diferença de apenas quatro pontos depois de quatro etapas”, disse em entrevista exclusiva ao Motorsport.com.

“É isso, vamos tentar vencer na consistência, na estratégia e na confiabilidade. De igual para igual nosso carro é inferior ao da Renault. Temos de partir para uma estratégia diferente, não tem o que fazer.”

Mesmo com o campeonato desigual neste ano, Di Grassi acredita que a Fórmula E tenha acertado em desistir de ter unidades de potência padronizadas neste ano. “As montadoras querem andar com o próprio carro, não querem andar com um carro padrão.”

“Então eles querem fazer o carro. Por outro lado, precisa haver uma competitividade adequada. Isso existe, porque você vê que não existe um domínio do Buemi e do Prost. É mais o Buemi, o Prost até classifica bem, mas não tem andado tão bem nas corridas.”

“Sinceramente, acho que na Fórmula E o piloto representa bastante ainda da performance do final de semana. É isso que temos de focar. Precisamos manter as montadoras felizes e o custo baixo, porque o campeonato tem tudo para crescer cada vez mais.”

“Não podemos trocar nenhum hardware do carro. Só podemos alterar alguns softwares e acertos do carro.”

“Estamos evoluindo o carro a cada corrida, mas todos estão fazendo isso. Estamos relativamente próximos, só que na média estamos atrás. Estamos usando todo o nosso know-how e nossa estrutura para chegar mais perto.”

A Fórmula E corre no México neste final de semana.

compartilhar
comentários
Marrocos quer sediar corrida da Fórmula E em Marrakech
Artigo anterior

Marrocos quer sediar corrida da Fórmula E em Marrakech

Próximo artigo

Renault vai fornecer motores para mais uma equipe da F-E

Renault vai fornecer motores para mais uma equipe da F-E
Carregar comentários