F-E: Dennis vence com folga o ePrix I de Londres; Di Grassi é 6º

Etapa marca retorno da Fórmula E a Londres pela primeira vez desde 2016

F-E: Dennis vence com folga o ePrix I de Londres; Di Grassi é 6º

Neste sábado, foi realizada a primeira corrida do fim de semana da Fórmula E em Londres. E na prova que abriu o penúltimo final de semana da temporada 2021, Jake Dennis soube neutralizar o modo ataque de Alex Lynn para ter uma vitória tranquila neste sábado.

A etapa marca o retorno da F-E à capital britânica pela primeira vez desde a rodada dupla de 2016, quando o evento ainda era realizado no Battersea Park. Na ocasião, tivemos uma disputa tensa entre Lucas di Grassi e Sébastien Buemi pelo título, com o suíço levando a melhor.

Leia também:

Desta vez, o Mundial de carros elétricos corre no ExCel Centre, em uma pista meio indoor, meio outdoor, em um dos palcos das Olimpíadas de 2012. Na classificação, realizada mais cedo neste sábado, Alex Lynn bateu Jake Dennis para ficar com a pole position.

 

Na largada, sem maiores problemas. Sette Câmara perdeu a quarta posição para Lotterer com a Porsche e, mais atrás, um toque fez com que Sims abandonasse, acionando uma bandeira amarela na pista inteira para que a Mahindra fosse recolhida.

A transmissão mostrou que um engavetamento levou ao abandono de Sims. O piloto da Mahindra sofreu um toque de Sam Bird, e isso levou ao abandono do líder do campeonato. 

 

A prova foi reiniciada já na volta seguinte, com Lynn à frente de Dennis, Buemi, Lotterer e Sette Câmara, enquanto Di Grassi era o sétimo. Como já era previsto pelos pilotos, as oportunidades de ultrapassagem na pista londrina eram muito escassas e, por isso, a F-E fez uma importante modificação ao modo ataque em busca de melhorar o espetáculo: em vez de quatro minutos, cada acionamento da potência extra duraria oito minutos.

 

No início da décima volta, Lynn seguia na ponta, com Dennis em segundo, no momento em que o primeiro modo ataque de ambos chegava ao fim. Completavam o top 5 Buemi, Lotterer e de Vries, enquanto di Grassi era o sexto e Sette Câmara, em uma situação clara de perda de potência, caía para 15º mesmo com o modo ataque.

 

Lynn foi o primeiro a acionar o segundo modo ataque entre os candidatos à vitória, deixando a porta aberta para que Dennis assumisse a liderança. Mesmo sem a potência extra, o piloto da BMW Andretti conseguia se manter à frente da Mahindra, abrindo 1s de diferença após quatro minutos.

Dennis conseguiu neutralizar o modo ataque de Lynn e se manteve na liderança, abrindo uma boa oportunidade de aumentar a vantagem, podendo acionar o acréscimo de potência sem maiores problemas, o que aconteceu já na volta seguinte.

A dez minutos do fim, Dennis abria uma vantagem confortável na liderança, enquanto Lynn já começava a olhar nos retrovisores devido à aproximação de De Vries, que havia passado Buemi pela terceira posição. Lotterer fechava o top 5 tendo Rast na sua cola. Já Di Grassi era o sétimo e Sette Câmara o 20º.

 

No final, Jake Dennis não teve maiores problemas para vencer o ePrix I de Londres, seu segundo triunfo com a BMW Andretti em sua temporada de estreia na categoria, colocando-se na luta pelo título. O britânico aproveita o abandono de Sam Bird para se aproximar da disputa, apesar do piloto da Jaguar seguir na liderança após o sábado.

Após sair da nona posição, Nyck de Vries fez uma ótima corrida, ultrapassando Alex Lynn nos minutos finais para terminar em segundo, com o piloto da Mahindra em terceiro. Sébastien Buemi foi o quarto e Andre Lotterer completou o top 5.

Lucas di Grassi foi o sétimo, perdendo a sexta posição para o companheiro de Audi, René Rast, no início da última volta. Já Sérgio Sette Câmara foi apenas o 21º.

Mas horas após o final da corrida, uma decisão divulgada pelos comissários mudou o resultado. Sébastien Buemi e Oliver Rowland, da Nissan, foram desqualificados por excesso de uso de energia, promovendo Lotterer para a quarta posição, Rast para quinto e Di Grassi para sexto.

Com os resultados de hoje, Sam Bird segue na liderança do Mundial a três corridas do fim, com António Félix da Costa em segundo com 80, Jake Dennis com 79, Robin Frijns 78 e Nyck de Vries 77.

A Fórmula E volta à pista do ExCel Centre neste domingo para o segundo ePrix de Londres, encerrando o fim de semana na capital britânica. A classificação está marcada para 06h, antes da corrida, com largada às 10h, ambos no horário de Brasília.

CLIMA DE GUERRA: Max Wilson teme CONSEQUÊNCIA do acidente de Hamilton e Verstappen para F1; entenda

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Como fica o campeonato após guerra declarada entre Verstappen e Hamilton?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F-E: Pilotos acreditam que será "quase impossível" ultrapassar em Londres
Artigo anterior

F-E: Pilotos acreditam que será "quase impossível" ultrapassar em Londres

Próximo artigo

Di Grassi destaca ano "apertado e imprevisível" da Fórmula E após ePrix de Londres

Di Grassi destaca ano "apertado e imprevisível" da Fórmula E após ePrix de Londres
Carregar comentários