Coluna do Mamola: Rossi pode mesmo bater Viñales e Márquez?

Contrariando todos os prognósticos após uma pré-temporada difícil, Valentino Rossi lidera temporada 2017 da MotoGP após três etapas; Randy Mamola availa que italiano terá de fazer mais para chegar ao décimo título

Coluna do Mamola: Rossi pode mesmo bater Viñales e Márquez?
Podium: second place Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Quem imaginaria há dois meses que Valentino Rossi chegaria em Jerez como o líder da temporada 2017 da MotoGP? Eu não, especialmente após ver como foi a pré-temporada e o quanto ele sofreu para se adaptar à versão 2017 da M1 - com a qual ele ainda não se sente completamente confortável, diferente de Maverick Viñales.

Entrentanto, liderar o campeonato mesmo sem ser o mais veloz é algo típico de gênios como ele, um piloto capaz de desafiar a perda de fôlego esperada para quem se aproxima dos 40 anos e usar a experiência acumulada por ele nos últimos 20 anos.

Nestas duas décadas, deixando os títulos de lado, Rossi se viu em várias situações que o permitem ler o campeonato melhor do que qualquer um.

Rossi está maximizando todos os recursos que possui e se aproximando de Viñales e Marc Márquez - dois pilotos que, teoricamente, deveriam lutar pelo título. No Catar, o italiano terminou em terceiro, a menos de dois segundos de Maverick; na Argentina, ele foi o segundo, a 1s9 do companheiro de equipe; e em Austin, Rossi terminou em segundo, com três segundos o separando de Márquez.

Essas são indicações do quão perto ele está de uma vitória que, por que não, pode vir no próximo final de semana, em Jerez - como aconteceu no ano passado.

De qualquer forma, se algo ficou claro nestas três primeiras corridas é que o campeonato será decidido na consistência - e este é um aspecto em que o 'Doutor' brila. O que quero dizer é que ninguém sabe melhor do que ele quando se contentar com o segundo, terceiro ou quarto lugar quando ele sabe que não pode vencer.

Claro que se ele se sentir confiante o suficiente para buscar uma vitória, não duvide por um instante que ele não vai tentar. Especialmente porque se Rossi quer o décimo título, precisará vencer algumas corridas - os rivais certamente vencerão.

Apesar de ter 38 anos, o piloto de Tavullia ainda ajusta estratégias, pois a motivação está próxima do máximo possíve. Enquanto Marc e Maverick vão sempre para a vitória nos domingos, Rossi sabe que ele não pode ter a mesma abordagem ainda.

Esta é a grande questão para Rossi no momento, sabendo que ele não é veloz o suficiente para lutar pelo primeiro lugar contra dois pilotos mais em forma, mas tendo a consciência de que para chegar ao décimo título ele precisa ser capaz de vencer, cedo ou tarde.

À frente dele hpa dois jovens que cometem poucos erros. Márquez já mostrou no ano passado que pode ter uma abordagem mais conservadora se necessário e Viñales é do tipo que comete pouquíssimos erros. É verdade que ele sofreu uma queda em Austin, mas tenho certeza de que ele não cometerá o mesmo erro novamente.

Quando se trata de extrair cada detalhe de qualquer situação, o #46 é mestre, alguém capaz de sair de uma situação delicada como a dele na pré-temporada, virar o jogo e conquistar mais pontos do que os dois favoritos ao título. Este é Valentino no seu melhor, então vamos apreciar isso enquanto podemos.

compartilhar
comentários
MotoGP promete preliminar com motos 100% elétricas

Artigo anterior

MotoGP promete preliminar com motos 100% elétricas

Próximo artigo

Confira horários da MotoGP em Jerez

Confira horários da MotoGP em Jerez
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Valentino Rossi , Marc Marquez , Maverick Viñales
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Autor Randy Mamola