Iannone discorda de punição na Argentina: "muito dura"

Andrea Iannone acredita que ride through por queima de largada em Termas de Rio Hondo foi punição exagerada

Iannone discorda de punição na Argentina: "muito dura"
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Carregar reprodutor de áudio

Andrea Iannone, que largou da 12ª posição no GP da Argentina, realizado no último domingo. O italiano foi punido com um ride through por queimar a largada, o que o fez cair da décima posição para terminar em 16º - o último entre os que cruzaram a linha de chegada.

Iannone, porém, discordou da decisão dos comissários de prova e acredita que a punição foi excessiva, pois ele não obteve benefício com a infração.

"Fui punido com um ride through e, para mim, foi um pena muito dura. A meu ver, não obtive vantagem alguma, pois parei assim que percebi que me movi antes do tempo", disse.

"Pelo contrário até, fui atingido por outro piloto na curva 1, o que me fez perder muitas posições", afirmou Iannone, referindo-se ao toque de Jorge Lorenzo, que acabou caindo e abandonando a disputa.

"Por isso acredito que a direção de prova deveria ter reavaliado a situação em vez de aplicar diretamente uma punição tão pesada", acrescentou.

O piloto da Suzuki crê que o relaxamento dos critérios de queima de largada, surgido em 2015 - mudando da abordagem de punir qualquer movimento para outra que dá aos comissários mais liberdade para avaliar caso a caso - deveria ter servido de base no caso dele.

"Eu apenas me movi um pouco quando engatei a primeira marcha e a decisão foi me punir. As regras são claras, antes de 2015 você não podia se mover no grid."

"Isso mudou, agora você pode se mexer, mas se você não ganha posições ou alguma vantagem, os comissários podem avaliar e não aplicar nenhuma punição, completou.

Reportagem adicional por Federico Faturos

compartilhar
comentários
Crítica chinesa, fúria argentina: frases do fim de semana
Artigo anterior

Crítica chinesa, fúria argentina: frases do fim de semana

Próximo artigo

Márquez: saída de Rossi não fará diferença para MotoGP

Márquez: saída de Rossi não fará diferença para MotoGP
Carregar comentários