MotoGP
15 out
Evento encerrado
16 out
Evento encerrado
23 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
9 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
16 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
23 dias

MotoGP: Ducati confirma duplas para 2021 com Bagnaia ao lado de Miller na equipe oficial e nomes da Moto2

compartilhar
comentários
MotoGP: Ducati confirma duplas para 2021 com Bagnaia ao lado de Miller na equipe oficial e nomes da Moto2
Por:

Jorge Martín e Enea Bastianini farão a evolução para a categoria principal do Mundial

A Ducati anunciou nesta quarta (30), quem serão seus pilotos na temporada 2021 da MotoGP. Com três equipes no grid, a marca italiana terá grandes novidades, incluindo a passagem de Francesco Bagnaia para a equipe oficial e a chegada de dois nomes vindos da Moto2.

Bagnaia se juntará a Jack Miller na equipe oficial após o anúncio de Andrea Dovizioso de que não seguirá com a equipe após o final da temporada 2020.

Leia também:

Antes do anúncio, vários nomes haviam sido ligados à vaga ao lado do australiano, sendo que o italiano e Johann Zarco eram os favoritos, além do tricampeão Jorge Lorenzo, que confirmou que houve uma negociação com a Ducati.

Bagnaia tem sido um dos pilotos mais fortes da Ducati nesta temporada, terminando em segundo no GP de San Marino em Misano logo após uma ausência de duas corridas. Além disso, o italiano estava a caminho de vencer o GP da Emilia Romagna, mas acabou caindo enquanto estava na ponta.

"Eu escolhi correr pela Ducati mesmo antes de vencer o título da Moto2 em 2018 e eles me escolheram mesmo antes de saber que eu me juntaria", disse Bagnaia. "Essa foi a nossa aposta porque, até aquele momento, eu sempre era um piloto rápido, mas não tinha nada concreto para o futuro. A Ducati apostou em mim antes de qualquer outra".

"Não sabíamos como saberia mas, olhando hoje, se eu pudesse voltar no tempo, faria o mesmo tudo de novo".

"Meu começo na MotoGP não foi fácil, mas a Ducati nunca me questionou. Eles me deram todo o apoio e confiança que um novato precisa, e me deixaram crescer em 2019".

"Hoje, sou a pessoa mais feliz do mundo, porque é um sonho virando realidade. Virar um piloto oficial da Ducati tem sido minha ambição desde sempre e atingi meu sucesso com todos que sempre acreditaram em mim mesmo quando as coisas não iam bem".

Já Zarco, atualmente m 15º no Mundial, terá como companheiro o piloto da Moto2 Jorge Martín na Pramac e terá todo o apoio da fábrica, usando uma moto atualizada. Enquanto isso, outro nome da categoria de acesso, Enea Bastianini dará o passo adiante para a MotoGP como piloto da Avintia, apesar da confirmação oficial ainda não ter sido feita.

Já Dovizioso segue sem uma vaga para 2021 na categoria e sem um plano B, enquanto Danilo Petrucci irá para a Tech3, correndo com a KTM.

Restam apenas duas vagas no grid de 2021: uma na Aprilia, para correr ao lado de Aleix Espargaró, que depende da resolução do caso de Andrea Iannone, e uma na LCR Honda ao lado de Álex Márquez, que deve ser confirmada para Takaaki Nakagami.

Vettel DETONA Ferrari e diz que foi usado como ‘ESCUDEIRO’ para Leclerc no GP da Rússia de F1; veja

Podcast #069 – Kimi Raikkonen, ‘apenas’ um grande personagem ou um verdadeiro campeão?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Quartararo vê Mir como principal rival na luta pelo título da MotoGP: "É o mais forte"

Artigo anterior

Quartararo vê Mir como principal rival na luta pelo título da MotoGP: "É o mais forte"

Próximo artigo

MotoGP: Quartararo admite que “não há como substituir” Rossi na Yamaha

MotoGP: Quartararo admite que “não há como substituir” Rossi na Yamaha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Johann Zarco , Francesco Bagnaia
Autor Lewis Duncan