MotoGP: Joan Mir faz "primeira aparição" como piloto da Honda

Com a virada de ano, outros pilotos também marcaram suas chegadas às novas equipes nas redes sociais, como Pol Espargaró e Álex Márquez

Joan Mir, Repsol Honda Team

A primeira segunda-feira de 2023 marcou a estreia do campeão de 2020 da MotoGP, Joan Mir como novo piloto da equipe oficial da Honda. O espanhol protagonizou um vídeo publicado pela montadora nas redes sociais usando as cores da marca japonesa pela primeira vez.

A contratação de Mir foi uma das últimas anunciadas no ano passado, mas não era segredo para ninguém do paddock que, após a confirmação da saída da Suzuki, ele passaria a ser piloto da Honda ao lado de Marc Márquez.

Leia também:

Na apresentação oficial de Mir pela Honda, um vídeo mostra o espanhol recebendo um livro com imagens dos pilotos que foram campeões com a marca japonesa, incluindo Mick Doohan, Alex Crivillé, Valentino Rossi, Nicky Hayden e Márquez, seu companheiro de equipe pelos próximos dois anos.

No final do vídeo, o próprio Mir se acrescenta à lista, com o desejo de se converter no próximo campeão da montadora.

 

O caso de Mir é, seguramente, o mais sonhado, mas está longe de ser a única mudança de pilotos e equipes na temporada 2023, após um dos mercados mais aquecidos de todos os tempos. A questão é que muitos tinham contrato até 31 de dezembro, podendo fazer suas 'estreias' apenas após a virada do ano.

O agora ex-companheiro de Mir na Suzuki, Álex Rins, também encontrou sua nova casa na Honda, mas na satélite LCR. Já Pol Espargaró, que perdeu sua vaga na equipe oficial da montadora japonesa para Mir, volta a circular pela órbita da KTM, correndo na GasGas-Tech3.

 

Outras trocas importantes são as de Jack Miller, que vai para a equipe oficial da KTM, tomando o posto de Miguel Oliveira, que vai para a órbita da Aprilia, correndo pela RNF, que deixa de ser satélite da Yamaha para correr com as motos italianas. Junto ao português estará Raúl Fernández, que é a grande aposta da Aprilia para o futuro após um ano na Tech3.

 

Enea Bastianini, a grande revelação de 2022 com a Gresini, recebeu a promoção para a equipe oficial da Ducati, correndo ao lado do atual campeão Francesco Bagnaia. Sua vaga no time de Faenza vai para outro ex-Honda: Álex Márquez.

E em meio a tantas trocas na classe rainha para 2023, a MotoGP terá apenas um estreante: Augusto Fernández, campeão da Moto2 em 2022, que foi colocado pela KTM na GasGas-Tech3.

Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
Joan Mir, Repsol Honda Team
16

ÚLTIMO GP de Clark; Hill e P. Rodríguez, datas BIZARRAS e +: corridas da F1 em fins de ano

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate os piores do ano na F1 2022

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Fórmula 1, MotoGP, Stock Car e mais: confira os calendários de 2023 das principais categorias do esporte a motor
Próximo artigo MotoGP: Yamaha é a primeira equipe a revelar moto para 2023; veja imagens

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil