MotoGP: Márquez confirma retorno em Portugal após liberação de equipe médica

Piloto espanhol passou por nova avaliação médica, recebendo a permissão para retomar seus trabalhos na MotoGP

MotoGP: Márquez confirma retorno em Portugal após liberação de equipe médica

Mais de nove meses após seu acidente em Jerez, em julho do ano passado, Marc Márquez tem data para retornar ao grid da MotoGP. O hexacampeão recebeu a permissão de sua equipe médica para disputar o GP de Portugal, já na próxima semana.

Márquez estava fora das pistas desde julho, quando fraturou o úmero direito em uma forte queda no GP da Espanha. Desde então, o piloto da Honda passou por três cirurgias, uma tentativa precoce de retorno no GP de Andaluzia, que apenas piorou sua situação, além de uma troca de equipe médica.

Leia também:

Após sua última operação, em dezembro, Márquez finalmente começou a se recuperar da fratura e em fevereiro recebeu o ok de sua equipe médica para retomar os treinos com moto, mas não conseguiu se reabilitar o suficiente para participar da pré-temporada ou da rodada dupla no Catar, sendo substituído novamente por Stefan Bradl.

Em um comunicado divulgado na manhã deste sábado (10), a Honda confirmou que os médicos deram a Márquez a permissão para disputar o GP de Portugal em Portimão, no próximo dia 18.

"Em um exame feito em Marc Márquez pela equipe médica do Hospital Ruber International, quatro meses após sua cirurgia, liderados pelos doutores Samuel Antuña e Ignacio Roger de Oña, além dos médicos De Miguel, Ibarzabal e García Villanueva, foi encontrado uma condição clínica muito satisfatória, com progresso evidente no processo de consolidação do osso".

"Na atual situação, Márquez pode retornar à competição, assumindo os riscos razoáveis inerentes de sua atividade esportiva".

A recuperação de Márquez foi atrasada devido a uma infecção que se formou no osso após a segunda cirurgia em agosto, feita após sua tentativa de retorno na segunda corrida de Jerez.

Márquez ainda não andou com uma moto da MotoGP desde que retomou seus treinos, pilotando uma Honda RC123V-S em Barcelona e em Portimão em preparação para sua volta. O espanhol chega em 2021 com um novo companheiro de equipe, Pol Espargaró, enquanto seu irmão, Álex, foi rebaixado para a satélite LCR, correndo ao lado de Takaaki Nakagami.

"ESTOU MUITO FELIZ!", escreveu Márquez no Twitter. "Ontem visitei os médicos e eles me liberaram para voltar a competir. Foram nove meses difíceis, com momentos de incertezas, altos e baixos e agora posso curtir minha paixão novamente".

"Nos vemos na próxima semana em Portimão!".

A Honda teve um início de temporada difícil, com a equipe oficial da montadora terminando em quinto entre as equipes após duas rodadas. Espargaró foi oitavo e 13º, enquanto nenhum dos pilotos da LCR pontuou nos GPs do Catar e de Doha.

NELSON PIQUET e Nelsinho dão DETALHES de equipe na Stock; veja como será a 'versão Lauda' de Nelsão

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Um sorriso mesmo sem vitória? Quais são os pilotos mais carismáticos da F1, mesmo sem grandes resultados?

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Sede do GP da Indonésia é alvo de críticas da ONU por violações aos direitos humanos

Artigo anterior

MotoGP: Sede do GP da Indonésia é alvo de críticas da ONU por violações aos direitos humanos

Próximo artigo

MotoGP: Rossi questiona se má fase acabará com chegada das provas europeias

MotoGP: Rossi questiona se má fase acabará com chegada das provas europeias
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Marc Marquez
Equipes Repsol Honda Team
Autor Rachit Thukral