MotoGP
R
GP da Áustria
13 ago
Evento em andamento . . .
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
Canceled
R
GP de San Marino
10 set
Próximo evento em
26 dias
15 out
Próximo evento em
61 dias
R
GP de Aragón
16 out
Próximo evento em
62 dias
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
90 dias

MotoGP: Márquez está tranquilizado pela sua forma e da Honda após teste em Jerez

compartilhar
comentários
MotoGP: Márquez está tranquilizado pela sua forma e da Honda após teste em Jerez
Por:
16 de jul de 2020 12:25

Mas o campeão admitiu que a RC213V ainda tem alguns pontos que precisam ser melhorados ao longo dos próximos finais de semana em Jerez

Ontem (15), a MotoGP realizou testes oficiais em Jerez como preparativo para o GP da Espanha, que marca o início da temporada 2020. Na Honda, Marc Márquez liderou a sessão da manhã e terminou o dia em terceiro, atrás das Yamahas de Maverick Viñales e Fabio Quartararo. O campeão admitiu que ainda é possível ter melhoras na moto da Honda, mas afirmou estar feliz com a evolução já apresentada.

Se esse teste permitia aos pilotos andar novamente após a paralisação causada pela pandemia, deu também a oportunidade às equipes de avaliar avanços feitos nos últimos meses.

Leia também:

Na Honda, essa volta era muito aguardada, depois de uma difícil pré-temporada em fevereiro. Enquanto a moto tinha alguns problemas de performance, Márquez também sofria problemas pessoais ao voltar a conduzir a RC213V sem estar totalmente recuperado da cirurgia no ombro.

"Hoje, me concentro principalmente em mim", disse o campeão. "Principalmente porque sofremos na pré-temporada, tanto no lado técnico quanto no físico. Eu agora posso respirar porque, no que diz respeito ao meu físico, estou em ótima forma".

"No lado técnico, sofremos muito e somente no último dia no Catar que entendemos melhor as coisas. Você pode ver que o que mudamos lá foi o pacote aerodinâmico. Houve mudanças positivas, mas também negativas".

Para tentar superar os problemas encontrados e aprender com as informações extraídas em Losail, a Honda decidiu validar para 2020 um dispositivo aerodinâmico desenvolvido tendo como base o de 2019.

"Agora estamos usando o pacote de 2019 com algumas alterações. Ajudou a resolver alguns problemas, mas ainda temos algumas questões que surgiram com ele, em termos de equilíbrio. Não temos certeza se isso vem da moto ou do motor, mas estamos trabalhando para isso".

"No momento, é uma evolução. Não é exatamente o mesmo quadro e nem o mesmo motor, é uma evolução do de 2019. É o mesmo pacote aerodinâmico com alguns desenvolvimentos".

Apesar das restrições impostas pela pandemia, que limitam o desenvolvimento ao longo desta e da próxima temporada, a Honda parece ter encontrado soluções significativas nos últimos meses.

"Eles fizeram algum progresso e tentaram consertar os pequenos problemas vistos na pré-temporada. O ponto é que, para melhorar a moto, é preciso dar voltas no limite. Chegou a hora de fazer isso novamente".

"O lado bom é que, como todos os pilotos da Honda têm os mesmos problemas, todos estão trabalhando nisso. Aqui em Jerez temos novas peças para experimentar. Hoje não tivemos tempo e podemos fazer isso durante o primeiro GP ou no segundo".

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Márquez comenta chegada de Espargaró e 'rebaixamento' de Álex

Antes mesmo de correr pela primeira vez com a equipe oficial da Honda, o irmão mais novo de Marc, Álex, já perdeu a vaga no time para 2021 para Pol Espargaró, vindo da KTM. Mas, segundo o campeão, a situação não muda nada em seu relacionamento com a Honda.

Após esse ano com a equipe oficial, Álex irá para a LCR para ocupar a vaga de Cal Crutchlow, tendo todo o apoio da fábrica.

"Nunca forcei ou vetei quem pode ser meu parceiro", disse. "Não seria diferente agora. Respeitei a decisão da Honda como fiz após a situação especial de Jorge. Sei que a Honda busca o melhor para a equipe. Eles acreditam que Pol seria o melhor parceiro para mim, com Álex na LCR tendo apoio da fábrica".

"Acho que é um ponto positivo para Honda e Álex. O normal não é ir direto para a equipe de fábrica. Houve casos como o meu, mas é mais lógico começar na satélite, como Morbidelli, Quartarato e Stoner. Estou muito feliz por ele. É um momento positivo".

TELEMETRIA: O que muda na F1 no GP da Hungria, guerra técnica e Vettel na Racing Point

PODCAST: Guerra de bastidores na F1 e entrevista com Igor Fraga

 

MotoGP: Quartararo não acredita que Yamaha seja a "moto a ser batida" em Jerez

Artigo anterior

MotoGP: Quartararo não acredita que Yamaha seja a "moto a ser batida" em Jerez

Próximo artigo

Crutchlow questiona decisão da Honda de trazer Espargaró para equipe oficial: "Um cara com um pódio em seis anos na MotoGP"

Crutchlow questiona decisão da Honda de trazer Espargaró para equipe oficial: "Um cara com um pódio em seis anos na MotoGP"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Espanha
Sub-evento Quarta-feira
Localização Circuito de Jerez
Pilotos Marc Marquez Compre Agora
Equipes Repsol Honda Team
Autor Léna Buffa