MotoGP - Márquez: Viñales tem "direito de ficar bravo" após manobra na classificação

Hexacampeão concordou que manobra não foi totalmente justa, mas defendeu que isso é algo permitido pelo regulamento e que acontece com certa frequência

MotoGP - Márquez: Viñales tem "direito de ficar bravo" após manobra na classificação

O hexacampeão da MotoGP, Marc Márquez admitiu que sua tática empregada durante a classificação para o GP da Itália neste sábado contra Maverick Viñales não foi "completamente justa" e diz que o piloto da Yamaha tem "razões para estar bravo" com ele.

Márquez seguiu de perto Viñales em ambas as saídas durante o Q1 em Mugello, com o piloto da Honda usando a tática para passar ao Q2 com o melhor tempo da sessão, enquanto Viñales foi eliminado, largando em 13º amanhã enquanto seu companheiro de Yamaha, Fabio Quartararo, fez a quarta pole consecutiva.

Leia também:

Visivelmente frustrado com Márquez, que inclusive seguiu Viñales durante o pitlane quando o espanhol tentava buscar um saída mais limpa, o piloto da Yamaha não culpou Márquez por sua eliminação no Q1, admitindo que simplesmente não era rápido o suficiente.

Massimo Meregalli, chefe da Yamaha, disse que a tática de Márquez era "inujsta", algo que o piloto da Honda concordou, pedindo desculpas a Viñales.

"Sim, encontrei Maverick antes de entrarmos na área de TV", disse ao Motorsport.com. "Primeiro de tudo, pedi desculpas, porque sei que não fui completamente justo e como disse, ele tem direito de ficar bravo".

"Mas, por outro lado, hoje de manhã não me senti tão mal e, na tarde, estava muito, muito mal. Por algum motivo, de condição física, a moto, tudo, não estava bem e parei antes do fim do TL4 e disse à equipe que não sentia a moto, não sentia ninguém e que o melhor era seguir alguém".

"Olhamos a lista e Viñales era o mais rápido. Se fosse outro, teria ido com outro. Então segui ele. Foi a tática, o único modo de melhorar. Gostaria de estar en outro nível e posição para que os outros me seguissem, como já fizeram muitas vezes no passado".

"Mas não estou assim. Sei, porque conheço a sensação do passado, sei como Maverick se sente e é por isso que me desculpei. Mas, no fim, isso está nas regras. No limite, mas dentro do regulamento".

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

"O que fiz foi encontrar a solução perfeita para dar 100% de mim e tirar o melhor resultado possível".

Márquez vem sofrendo no final de semana com dores no ombro direito e chegou a dizer à imprensa espanhola na sexta que considerava abandonar o final de semana em Mugello.

Porém, ele disse que precisa terminar a corrida para melhorar sua condição física com a moto, mas admite que, é um "processo mental duro".

"Basicamente hoje, a sensação geral foi melhor que ontem, mas a tarde, a força do meu braço foi menor. E aqui isso afeta muito a mudança de direção. O ombro dói, mas ontem também tive dores no braço".

"E hoje começou no pescoço também. É como se os músculos ao redor do ombro estivessem trabalhando mais que o normal. E minha situação no outro braço ainda não está resolvida. Com isso, tudo vai piorando".

"Mas amanhã, na corrida... estava brincando com Maverick, que ele vai me passar. Sei minha posição. Não importa que seja 14º, 10º ou oitavo... só sei que preciso completar a corrida, fazer as voltas. É um processo mental duro, mas preciso fazer isso".

CONHEÇA a SAGA da roda de BOTTAS que causou MAIOR 'pit stop' da HISTÓRIA da F1 e envolveu FERRARI

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: O que a liderança inédita de Verstappen representa na F1?

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Morbidelli considera operar joelho após fim da temporada
Artigo anterior

MotoGP: Morbidelli considera operar joelho após fim da temporada

Próximo artigo

Pilotos da MotoGP falam de apreensão após acidente de Dupasquier e aguardam “ótimas notícias”

Pilotos da MotoGP falam de apreensão após acidente de Dupasquier e aguardam “ótimas notícias”
Carregar comentários