MotoGP: Rossi lamenta corrida “muito negativa” em Barcelona

Piloto italiano bateu na curva 10 na volta 17 do GP da Catalunha

MotoGP: Rossi lamenta corrida “muito negativa” em Barcelona

Valentino Rossi admitiu que “esperava muito mais” do GP da Catalunha da MotoGP, dizendo que a corrida foi “muito negativa”.

Rossi deu alguns pequenos passos com a Yamaha em Barcelona depois de um difícil início de temporada, com o piloto passando para o Q2 pela terceira vez em 2021.

Leia também:

Apesar da queda o ter deixado em 11º no grid, o italiano estava confiante com uma boa exibição na corrida. No entanto, a sua escolha de pneu traseiro no composto duro não funcionou, fazendo com que ele perdesse seis décimos por volta.

Sua luta por aderência traseira fez com que seu pneu desenvolvesse uma vibração que o levou a bater na curva 10 na volta 17 de 24.

Valentino Rossi, Petronas Yamaha SRT

Valentino Rossi, Petronas Yamaha SRT

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

“Sim, é uma corrida muito negativa para mim porque esperávamos muito mais, desde ontem de manhã tive um bom ritmo”, disse Rossi após a corrida. 

“No TL4, demos o máximo e me senti bem, também estava rápido depois de algumas voltas."

“Por isso, decidimos usar o pneu traseiro duro nesta manhã também, para tirar todas as dúvidas. E eu não me senti tão mal, me senti bem e meu ritmo estava bom."

“Então, fomos com o pneu traseiro duro também porque as condições desta tarde foram exatamente as mesmas de ontem. Mas, infelizmente, desde a primeira volta não me senti bem, não tinha aderência na traseira."

“Parece que o pneu duro de hoje foi pior, perdi 0s6 por volta e fui muito lento. No final também bati porque quando o pneu escorrega assim, ele vibra e bati na curva 10."

“Esperávamos muito mais porque o ritmo nos treinos não era tão ruim, então é uma grande pena.”

O companheiro de equipe, Franco Morbidelli, também teve problemas com o pneu traseiro no composto duro, terminando a corrida na nona posição.

“Acho que tirei tudo do pacote”, disse Morbidelli. 

“Se eu verificar, a corrida do ano passado, o tempo é basicamente o mesmo, é apenas um segundo mais lento."

“Então, eu acho que basicamente tirei tudo. Não acho que poderia ter feito mais nesta corrida", concluiu.

Félix da Costa diz que Marko é "MATADOR" implacável e fala sobre 'CHANCE PERDIDA’ na F1

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #110 - Erro de Hamilton mostra um campeão sob pressão?

 

.

compartilhar
comentários
MotoGP: Entenda por que a punição a Quartararo é mais preocupante do que o próprio incidente

Artigo anterior

MotoGP: Entenda por que a punição a Quartararo é mais preocupante do que o próprio incidente

Próximo artigo

MotoGP: Márquez soma terceiro abandono consecutivo em momento irreconhecível; entenda

MotoGP: Márquez soma terceiro abandono consecutivo em momento irreconhecível; entenda
Carregar comentários