MotoGP: Viñales coloca Yamaha na ponta em dia de testes em Jerez

Enquanto Quartararo optou por não participar da sessão por conta das dores no braço que afetaram seu GP, Márquez andou pouco por conta de dores no pescoço

MotoGP: Viñales coloca Yamaha na ponta em dia de testes em Jerez

Nesta segunda (03), o grid da MotoGP voltou à pista de Jerez para um dia de testes após o GP da Espanha. No combinado do dia, Maverick Vinãles foi o mais rápido, enquanto seu companheiro de Yamaha, Fabio Quartararo, não esteve presente por conta de sua condição física após a corrida de ontem.

O francês, que perdeu a liderança do campeonato para Francesco Bagnaia depois da corrida de ontem, optou por adiantar sua volta à França para um tratamento após as dores que sofreu no braço durante o GP, que o levaram a uma perda vertiginosa de posições nas voltas finais.

Leia também:

Marc Márquez também chegou à segunda sentindo os impactos de seu forte acidente no TL3 de sábado, dando apenas sete voltas por conta de uma dor em seu pescoço. Outro que teve uma participação limitada foi Aleix Espargaró, da Aprilia, que completou apenas 12 voltas após uma queda na curva seis.

Já Stefan Bradl, piloto de testes da Honda que disputou o GP como participação especial na LCR, não esteve presente nesta segunda.

Ao mesmo tempo da queda de Espargaró, Viñales parou na pista devido a uma perda de óleo, logo após marcar o melhor tempo até então, 01min37s717. O caso de Viñales causou uma rápida bandeira vermelha.

O problema de Viñales não comprometeu sua sessão, conseguindo melhorar para 01min37s135 para liderar após duas horas. Na hora seguinte, Álex Rins assumiu a ponta com 01min36s913. Tanto ele quanto seu companheiro de Suzuki, Joan Mir, testaram um protótipo de motor para 2022, além de possíveis ajustes para o GP da França, em Le Mans.

Apenas nas horas finais do dia que o tempo de Rins foi superado, com Viñales retomando a ponta com 01min36s879 em uma sessão onde completou impressionantes 101 voltas. O tempo de Viñales não foi desafiado porque muitos encerraram o dia cedo, com Rins ficando em segundo, a 0s034 do piloto da Yamaha, enquanto Mir completou o top 3.

Takaaki Nakagami foi o melhor entre os pilotos da Honda com a LCR, usando o dia para testar novas partes, incluindo peças aerodinâmicas similares às da Yamaha. Johann Zarco foi o quinto com a Pramac Ducati a frente de Pol Espargaró, que caiu duas vezes nesta segunda.

Completaram o top 10: Miguel Oliveira, da KTM, Luca Marini, da Avintia Ducati, Franco Morbidelli com a Petronas Yamaha SRT e o líder do campeonato Francesco Bagnaia. Já o vencedor do domingo, Jack Miller, foi  o 18º.

F1 2021: HAMILTON bate VERSTAPPEN e BOTTAS com vitória DOMINANTE em PORTUGAL após 'susto' | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Oscar das pistas: histórias da F1 que rendem filme

 

compartilhar
comentários
Rossi: "Momento difícil, mas a equipe Petronas me apoia muito"

Artigo anterior

Rossi: "Momento difícil, mas a equipe Petronas me apoia muito"

Próximo artigo

MotoGP: Quartararo fará cirurgia no braço após problema no GP da Espanha

MotoGP: Quartararo fará cirurgia no braço após problema no GP da Espanha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da França
Autor Lewis Duncan