MotoGP
14 ago
Evento encerrado
21 ago
Evento encerrado
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
Canceled
15 out
Próximo evento em
25 dias
R
GP de Aragón
16 out
Próximo evento em
26 dias
R
GP de Teruel
23 out
Próximo evento em
33 dias
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
47 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
54 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
61 dias

MotoGP: Yamaha e Petronas querem acelerar contratação de Rossi para 2021

compartilhar
comentários
MotoGP: Yamaha e Petronas querem acelerar contratação de Rossi para 2021
Por:

Lin Jarvis explicou as dificuldades que ainda existem e impedem a finalização do acordo entre Yamaha, Petronas e Rossi

No início da temporada da MotoGP, Valentino Rossi basicamente cravou sua permanência para 2021, com "99% de chance" de seguir com a Petronas no próximo ano. Mas, até agora, a promessa ficou apenas nas palavras, sem nenhum anúncio oficial, algo que a Yamaha quer resolver o mais rápido possível.

Rossi ficou sem vaga na equipe oficial da Yamaha para 2021 após a montadora anunciar a renovação de Maverick Viñales e a contratação de Fabio Quartarato. Mas a Yamaha confirmou que, caso o italiano siga na MotoGP, terá um contrato com a Petronas com todo o apoio da fábrica, além de uma M1 atualizada.

Leia também:

Rossi tomou sua decisão com calma durante a paralisação e o período que ficou em confinamento. No entanto, Lin Jarvis, diretor-executivo da Yamaha na MotoGP, confirmou durante o GP da Estíria, no último domingo, que as negociações continuam.

"Eu devo ser a pessoa que mais está atrasando", disse Jarvis ao site da MotoGP quando questionado sobre a demora para fechar o acordo. "É um processo complicado porque há três partes envolvidas".

"O Valentino vai ter um contrato com a Yamaha, mas para a equipe Petronas, que tem seus próprio patrocinadores. Por isso, precisamos de um acordo tripartido e, acredite, é complicado e demora para ser concluído".

"Na verdade, posso dizer que [no sábado] enviei um relatório completo e final para colocar tudo em ordem. Temos equipes jurídicas da Malásia, do Japão e de Valentino, então é complicado. Mas não há um bloqueio. É apenas uma questão de formalidades".

Com mais duas semanas pela frente e GPs em solo italiano (Misano, em 13 e 20 de setembro), seria um cenário perfeito para o anúncio, embora Jarvis não esteja otimista com isso.

"Gostaria que estivéssemos prontos para Misano, mas, realisticamente, não será fácil concluir tudo em duas ou três semana. Avisaremos, mas tudo segue em andamento e faremos um anúncio no momento oportuno".

Button compara ‘aniquilador’ Verstappen a Senna e Schumacher: “Adoraria vê-lo enfrentar Hamilton”

Podcast – Na guerra de bastidores dos circuitos, qual é o calendário dos sonhos da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Márquez crava seu favorito na disputa pelo título da MotoGP: "Se Dovizioso for campeão, todo mundo ficaria feliz"

Artigo anterior

Márquez crava seu favorito na disputa pelo título da MotoGP: "Se Dovizioso for campeão, todo mundo ficaria feliz"

Próximo artigo

Equipes da F1 e da MotoGP "oferecem" vaga a Messi após rumores de saída do Barcelona

Equipes da F1 e da MotoGP "oferecem" vaga a Messi após rumores de saída do Barcelona
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Drive M7 SIC Racing Team
Autor Léna Buffa