MotoGP
28 mar
Evento encerrado
04 abr
Evento encerrado
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
14 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
28 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
42 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
49 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
63 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
70 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
84 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
119 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
133 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
147 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
154 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
168 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
175 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
189 dias
28 out
Próximo evento em
196 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
210 dias

MotoGP: Yamaha indica americano para lugar de Rossi caso seja necessário em Valência

Garrett Gerloff, que compete no Mundial de Superbike, está de standby caso italiano tenha mais resultados positivos de testes de Covid-19

MotoGP: Yamaha indica americano para lugar de Rossi caso seja necessário em Valência

Leia também:

A Yamaha nomeou o piloto do Mundial de Superbike, Garrett Gerloff, como substituto de Valentino Rossi para o GP da Europa de MotoGP, depois que o italiano falhou em um recente teste Covid-19.

Rossi foi forçado a se ausentar das corridas de Aragón no mês passado depois de testar positivo para a Covid-19 após o GP da França.

A Yamaha revelou que Rossi fez um teste na terça-feira, que deu um resultado positivo, e vai fazer outro nesta quarta-feira.

Se este der negativo, Rossi terá tempo para fazer um segundo teste PCR e voar para Valência, caso este também dê negativo.

No entanto, caso Rossi seja declarado inapto, a Yamaha vai colocar o piloto norte-americano em seu lugar para o GP da Europa deste fim de semana.

Gerloff, um antigo piloto da MotoAmerica Superbike, estreou na WSBK em 2020 com a equipe GRT Yamaha e somou três pódios nas etapas da Catalunha e Estoril.

Se Gerloff for convocado pela Yamaha, isso marcará a sua estreia na MotoGP e a primeira aparição na classe rainha de um piloto americano desde que Nicky Hayden substituiu o lesionado Dani Pedrosa na Honda no GP da Austrália de 2016.

A Yamaha que não colocou o seu piloto de testes oficial, Jorge Lorenzo, no lugar de Rossi porque o tricampeão da MotoGP admitiu que estava discutindo com a Aprilia sobre um teste para 2021, embora tenha sublinhado que a sua prioridade era permanecer na Yamaha.

A Yamaha optou por não colocar Lorenzo na M1 para o GP de Teruel, citando o desejo de não sobrecarregar uma equipe já cansada ao adaptar um piloto diferente à moto.

No entanto, de acordo com os regulamentos da MotoGP, a Yamaha será obrigada a fazer uma substituição neste fim de semana, caso Rossi não possa correr.

Gerloff chamou a oportunidade de um "sonho", declarando: "Estou muito honrado que a Yamaha me considera para esta oportunidade. Este ano já foi uma aventura e tanto e esta seria a cereja do bolo", disse Gerloff.

"Sempre foi um sonho meu pilotar na MotoGP desde que comecei a correr há tantos anos e, potencialmente, que isso aconteça é realmente emocionante.”

“Mas lamento ter esta oportunidade nestas circunstâncias infelizes para Valentino. Sinto-me muito mal por ele e espero que se recupere em breve, todos nós sentimos falta do número #46 na pista.”

“Tudo de bom para ele. Se eu acabar correndo neste fim de semana, será uma batalha difícil sem conhecer a moto, pneus, freios, etc.”

"Além disso, nunca estive na pista de Valência antes. Mas estou confiante em mim mesmo e pronto para o desafio! Obrigado a todos na Yamaha. Vamos lá!"

Rossi disse que voltou a estar totalmente em forma após apenas alguns dias do desenvolvimento dos primeiros sintomas e espera poder voltar com um teste negativo hoje, já que duas corridas para ele foram "demais".

"Este vírus é muito complicado e sério", disse Rossi. “Eu me senti mal por dois dias, depois em poucos dias voltei a estar totalmente em forma, aos meus 100%. Eu me isolei em casa o tempo todo e segui de perto os conselhos médicos.”

"É uma situação muito triste e difícil, mas é assim que as coisas são. Infelizmente, ontem, fiz outro teste e deu positivo novamente, como todos os anteriores.

"Felizmente, ainda tenho mais duas chances de voltar à pista na sexta ou no sábado. Estou muito triste porque estou me sentindo bem e mal posso esperar para voltar a bordo da M1 e me reunir com minha equipe.”

"Eu realmente espero que o próximo resultado do teste seja negativo, porque perder duas corridas já foi demais."

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Top-7: Veja os nomes mais importantes para a construção da dinastia Mercedes na F1

PODCAST: Hamilton blefa ou fala a verdade ao ameaçar deixar a F1?

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Etapa de Portugal acontecerá com portões fechados devido à Covid-19

Artigo anterior

MotoGP: Etapa de Portugal acontecerá com portões fechados devido à Covid-19

Próximo artigo

TV: Confira os horários e como assistir o GP da Europa da MotoGP, em Valência

TV: Confira os horários e como assistir o GP da Europa da MotoGP, em Valência
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Autor Lewis Duncan