MotoGP
14 ago
Evento encerrado
21 ago
Evento encerrado
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
Canceled
15 out
Próximo evento em
25 dias
R
GP de Aragón
16 out
Próximo evento em
26 dias
R
GP de Teruel
23 out
Próximo evento em
33 dias
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
47 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
54 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
61 dias

Oliveira: ausência de Márquez fez pilotos da MotoGP "sentirem que podem vencer provas"

compartilhar
comentários
Oliveira: ausência de Márquez fez pilotos da MotoGP "sentirem que podem vencer provas"
Por:

Vencedor do GP da Estíria, o português da KTM falou sobre a ausência de Márquez e o impacto na temporada da MotoGP

O hexacampeão Marc Márquez segue fora da temporada 2020 da MotoGP, podendo voltar apenas em 2021 devido ao tempo de recuperação de seu braço, fraturado ainda na primeira etapa da temporada. E a falta do piloto que vinha dominando o Mundial nos últimos anos fez com que alguns pilotos começassem a sentir que têm capacidade de vencer provas.

Márquez teve uma fratura no braço direito após uma queda durante o GP da Espanha, etapa de abertura da temporada 2020, e o esforço colocado sobre o braço fez sua placa de titânio quebrar, criando a necessidade de uma segunda operação.

Leia também:

Até o momento, tivemos três novos vencedores em 2020: Fabio Quartararo, da Petronas Yamaha, além da dupla da KTM Brad Binder e Miguel Oliveira, enquanto Andrea Dovizioso da Ducati levou a outra vitória do ano.

Além deles, pilotos como Franco Morbidelli, Joan Mir, Álex Rins, Pol Espargaró e Jack Miller tiveram performances dignas de lutar pela vitória nas primeiras cinco etapas de 2020.

A natureza imprevisível da temporada 2020 até aqui significa que o Top 10 do Mundial está separado por apenas 35 pontos após o GP da Estíria - 30 a menos que no ano passado, quando Márquez havia conquistado três as 12 vitórias que teria ao longo do ano.

Vencedor do GP da Estíria, Oliveira sente que a oportunidade apresentada pela falta da figura dominante da MotoGP, Márquez, é a razão por trás dessa gama de resultados diferentes em 2020, mas espera que, eventualmente, a categoria terá um grupo mais dominante.

"É apenas a minha opinião, mas acho que, a partir do momento que Márquez saiu, todo mundo começou a sentir que teriam condições de vencer provas e campeonatos", disse Oliveira sobre a imprevisibilidade da temporada 2020.

"Acho que esse sentimento ainda está rolando por aí. É por isso que ainda não temos um favorito claro ao título. Mas acho que ainda está cedo para definir isso".

"Com sorte, nas próximas corridas, vamos poder ver quem está mais frequentemente no pódio e pontuando mais constantemente, porque, no final, isso vai fazer diferença".

Até o momento, apenas a KTM conseguiu duas vitórias com dois pilotos, e apenas a Honda e a Aprilia não conquistaram pódios.

Essa é a primeira vez desde o retorno da Honda à categoria rainha em 1982 que a montadora não conseguiu nenhum pódio nas cinco primeiras corridas da temporada. O piloto melhor colocado da Honda é Takaaki Nakagami, que está em sexto no campeonato, a 24 pontos de Quartararo, mesmo andando com a RC213V de 2019.

Vettel comenta rumores sobre ida p/ Racing Point e fala de outras categorias para 2021

PODCAST Motorsport.com debate qual seria o calendário ideal da Fórmula 1; ouça

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

MotoGP: Mir acredita que ele e Suzuki estão na disputa pelo título de 2020

Artigo anterior

MotoGP: Mir acredita que ele e Suzuki estão na disputa pelo título de 2020

Próximo artigo

MotoGP: Stoner diz que categoria sente falta de liderança de Márquez

MotoGP: Stoner diz que categoria sente falta de liderança de Márquez
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Marc Marquez , Miguel Oliveira
Autor Lewis Duncan