MotoGP
15 out
Evento encerrado
16 out
Evento encerrado
23 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
06 nov
Evento encerrado
20 nov
Evento encerrado

MotoGP: Rossi volta a lamentar déficit de velocidade da Yamaha

compartilhar
comentários
MotoGP: Rossi volta a lamentar déficit de velocidade da Yamaha
Por:

Lenda da MotoGP também falou que gostaria de ver Francesco Bagnaia na equipe principal da Ducati a partir de 2021

Valentino Rossi diz que é “difícil gerir” o déficit de velocidade da Yamaha em relação aos seus rivais da MotoGP neste momento, depois de ter que lidar com isso no GP da Estíria.

Em ambas as corridas austríacas, Rossi foi o melhor da fabricante japonesa, chegando em quinto no GP da Áustria e depois em nono no evento da Estíria.

Leia também:

O Red Bull Ring é indiscutivelmente o circuito mais fraco da M1, devido ao seu déficit de velocidade máxima em comparação com as Ducatis de cerca de 10km/h.

Embora Rossi diga que este tem sido o caso nos últimos anos, ele notou que foi pior no GP da Estíria, pois mais pilotos foram capazes de “colocar no chão” sua vantagem de potência.

“Sabemos que nesta pista vamos sofrer porque aqui é muito importante a velocidade máxima e este ano a diferença na velocidade é enorme, muito difícil de gerir,” disse Rossi.

“Já no ano passado foi assim, e pressionamos muito para melhorar essa situação, mas também este ano a situação foi muito parecida.”

“Para mim, pessoalmente, foram corridas estranhas porque na semana passada consegui fazer o quinto lugar, mas também porque tivemos muitas quedas.”

“Este fim de semana todos resolveram os problemas e conseguiram colocar no terreno a potência extra em relação a nós e ninguém cometeu erros e a primeira Yamaha chegou em P9.”

“É difícil, porque mais ou menos os problemas são semelhantes aos dos últimos anos.”

Bagnaia na Ducati

Durante o fim de semana do GP da Estíria, a Ducati confirmou que ofereceu a Francesco Bagnaia um novo contrato de dois anos para se manter com a marca italiana em 2021, com Johann Zarco também podendo ficar.

Com Andrea Dovizioso deixando a equipe de fábrica em 2021, o lugar ao lado de Jack Miller agora parece destinado a Zarco ou Bagnaia, embora a Ducati não tenha descartado o retorno de Jorge Lorenzo. A Ducati diz que está tentando finalizar seus planos para 2021 antes do GP de San Marino em setembro, e Valentino Rossi espera que Bagnaia consiga passar da Pramac para a equipe oficial.

“Acho que eles [Pramac] estão muito próximos da Ducati, mas espero muito que Pecco esteja na equipe oficial,” disse Rossi. “Eu o recomendaria.”

“Na Pramac são todos muito bons, mas a equipe de fábrica tem algo mais no papel. Espero vê-lo vestido vermelho no próximo ano, porque seria uma ótima oportunidade para ele.”

Bagnaia está afastado desde a fratura do joelho, na queda durante o TL2 do GP da República Tcheca, mas deverá voltar em Misano. Os rumores sugerem que Zarco vai continuar na Avintia com apoio adicional da Ducati, com Luca Marini ou Enea Bastianini deixando a Moto2 para se juntar a Jorge Martin, cujo negócio ainda não foi formalmente confirmado, na Pramac.

Marini é meio-irmão de Rossi e outro membro da Academia VR46. Atualmente, ele lidera o campeonato da Moto2 e Rossi acredita que ele deva se concentrar mais no título da classe intermédia do que em quaisquer negociações com a Ducati para um passo na MotoGP em 2021.

“Estamos naturalmente honrados em saber que a Ducati está interessada em Luca,” disse Rossi. “Mas acho que é mais importante este ano ele focar nesta temporada, porque ele tem a chance de vencer o campeonato mundial e isso não acontece muitas vezes. Alguns pilotos nunca tiveram essa oportunidade em toda a carreira.”

“Eu iria me concentrar mais neste ano, então se Luca conseguir chegar à MotoGP com a Ducati, é claro que ficaríamos todos encantados.”

TELEMETRIA: Ferrari descobre problema de Leclerc e Renault ‘tira o pé’ contra Racing Point na Bélgica

PODCAST: Na guerra de bastidores dos circuitos, qual é o calendário dos sonhos da F1?

 

MotoGP: Chefe da Tech3 diz que "subestimado" Oliveira calou críticos com vitória

Artigo anterior

MotoGP: Chefe da Tech3 diz que "subestimado" Oliveira calou críticos com vitória

Próximo artigo

Pilotos cobram mais consistência da Direção de Prova da MotoGP

Pilotos cobram mais consistência da Direção de Prova da MotoGP
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Estíria
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Autor Lewis Duncan