Últimas notícias

NASCAR pune Hendrick e Kaulig por irregularidades em peças; Hamlin penalizado por admitir batida intencional

Equipes tiveram peças que ficam na abertura de capô alteradas, o que infringe regulamento da categoria

William Byron, Hendrick Motorsports, Valvoline Chevrolet Camaro and Kyle Larson, Hendrick Motorsports, HendrickCars.com Chevrolet Camaro

A NASCAR divulgou as penalidades para as equipes da Cup Series, após descobrir que haviam alterado peças de um fornecedor único no Next Gen. Todos os quatro times da Hendrick Motorsports e um da Kaulig Racing terão pontos deduzidos, suspensões e multas.

A equipe #5 de Kyle Larson, a #24 de William Byron, a #48 de Alex Bowman - todas de Hendrick - e a #31 do piloto Justin Haley foram penalizadas com 100 pontos de piloto, 100 pontos de proprietário e 10 pontos de playoffs.

Leia também:

A #9 de Chase Elliott, também da HMS, perdeu 100 pontos de proprietário e 10 pontos de playoff - nenhum ponto de piloto, já que Elliott não está guiando o carro e se recuperando de uma lesão.

Além disso, todos os cinco chefes de equipe foram multados em US$ 100.000 e suspensos quatro corridas cada.

O motivo das penalidades

A violação foi anotada a partir das Seções 6.1.A; 14.1 Regras Gerais de Veículos Montados C&D&Q; 14.5.4.2.A Duto do radiador Observação: Modificação não aprovada de uma peça fornecida por um único fornecedor (persianas do capô).

As persianas do capô são aberturas do carro de cada fabricante que servem como ponto de liberação para dutos que transferem o ar para fora do radiador.

Com a introdução do Next Gen na temporada de 2022, a NASCAR atualizou seu sistema de penalidades para incluir consequências muito mais duras para esse tipo violação, incluindo a revogação da elegibilidade do playoff, em particular no que diz respeito à modificação de peças de fornecedores únicos.

A Front Row Motorsports, a Roush Fenway Racing e a Stewart-Haas Racing foram penalizadas severamente na última temporada por alterar peças fornecidas por uma única fonte.

Hamlin também punido

A NASCAR puniu Denny Hamlin depois que ele admitir ter bloqueado intencionalmente Ross Chastain no final da corrida da NASCAR Cup Series em Phoenix.

Em seu podcast, Actions Detrimental, Hamlin admitiu abertamente ter parado Chastain de propósito durante a relargada final da corrida. Os dois pilotos têm uma rivalidade que remonta a junho passado, se enfrentando em várias corridas desde então.

Ele disse na segunda-feira: "Não foi um erro. Eu soltei o volante e disse que ele viria comigo."

A NASCAR decidiu agir, cortando Hamlin em 25 pontos de pilotos e multando-o em US$ 50.000.

O órgão sancionador citou as seguintes partes do livro de regras ao avaliar as penalidades:

Seções 4.4: Código de Conduta dos Membros da NASCAR

  1. - Tentar manipular o resultado da Corrida ou campeonato. - Destruir ou rodar outro veículo, seja ou não esse veículo removido da Competição como resultado
  2. - Ações de um membro da NASCAR que a NASCAR considere prejudiciais às corridas de stock car ou NASCAR.

Os dois pilotos tiveram vários desentendimentos desde a etapa de Gateway. Eles se enfrentaram várias vezes depois disso, principalmente no Atlanta Motor Speedway e depois em Pocono. Na verdade, foi Hamlin que Chastain eliminou dos playoffs quando ele escalou a parede em Martinsville.

A temporada de 2023 começou com mais um incidente na corrida de pré-temporada em Los Angeles, com Chastain rodando Hamlin.

Elton Sawyer, vice-presidente sênior de competição da NASCAR, disse que o órgão sancionador provavelmente teria visto o contato no final da corrida entre Hamlin e Chastain "como um incidente de corrida".

"Mas então, 24 horas depois, ter um concorrente que participou de um podcast - o que estamos muito satisfeitos Denny ter um podcast. Achamos ótimo interagir com os fãs. Mas quando você começa a admitir que fez algo intencionalmente isso comprometeria os resultados do final da corrida, então isso sobe a um nível que vamos nos envolver", disse Sawyer.

"Não há outra maneira de olhar para isso. Íamos nos envolver nessa situação. Fomos consistentes no passado com isso e seremos consistentes daqui para frente."

Veja debate sobre a crise entre Hamilton e Mercedes

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #220 - Fernando Alonso pode ser a 'salvação' da F1 em 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Raikkonen voltará a correr pela NASCAR em Austin
Próximo artigo Steiner será comentarista na TV americana em prova da NASCAR em Austin

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil