Stock Car Goiânia II

10 anos na Stock Car: Rubinho fala sobre 'redenção' no Brasil após período na F1

Piloto celebra uma década na categoria nacional e quer título de 2022, embalado por retrospecto na pista favorita

Rubens Barrichello

21 de outubro de 2012. Há exatos 10 anos, Rubens Barrichello dava início à escrita de um novo capítulo de sua história no automobilismo. A bordo #17, em homenagem ao ídolo Ingo Hoffmann, o ex-ferrarista, que havia deixado a Fórmula 1 um ano antes, estreou na Stock Car, em Curitiba.

Desde então, Rubinho segue escrevendo uma bela trajetória na principal categoria do automobilismo nacional. Em dez temporadas, sempre defendendo a Full Time, já disputou 200 corridas, subiu ao pódio em 48 oportunidades, venceu 19 provas e se sagrou campeão em 2014.

O editor recomenda:

“Sempre tive um sonho muito grande de andar de Stock Car. Desde que andava de F1, acompanhava a categoria e um dos meus ídolos sempre foi o Ingo. Os 10 anos, para mim, marcam uma parte da história que estava pré-escrita pelos desejos", disse o piloto do programa Toyota Gazoo Racing ao Motorsport.com.

"É impressionante como esse tempo todo passa muito rápido! Consegui ser campeão, aprendi a guiar o carrinho e suas manhas. Mas, desde então eu bato na porta: fui vice-campeão, fiquei sempre entre os seis primeiros e estou sempre lutando para voltar a ser campeão”, seguiu.

De fato, Barrichello sempre esteve brigando na parte de cima da tabela de classificação da Stock Car. Seu ‘pior resultado’ na classificação final de uma temporada da Stock foi em 2013, ano em que disputou a sua primeira temporada completa na categoria, com o 8º lugar. Em 2016, foi vice-campeão. Nas temporadas de 2015, 2018 e 2019, terminou em 4º lugar. Em 2017, foi o 5º colocado. Nos campeonatos de 2020 e 2021, ficou na 6ª posição.

Repaginada na ‘imagem pública’

Por muitos anos, Rubinho foi alvo de piadas injustas e cruéis, especialmente por parte de quem não conhece o automobilismo, que acabaram chamando o piloto de lento. A fase de resultados modestos entre 1995 e 1999, aliada ao injusto peso de suceder a Ayrton Senna, despertou toda a crueldade de parte da torcida brasileira. Questionado sobre uma repaginada na sua ‘imagem pública’ na última década, o ex-ferrarista abriu o jogo.

"Quando é criada alguma situação de humor por uma minoria, fica difícil. Entretanto, por meio das redes sociais, consegui mostrar quem eu sou por meio de mim mesmo", afirmou. Como diz um famoso dito popular, “os números falam por si”. Em 19 temporadas completas na F1, os números de Barrichello são de muito respeito: dois vice-campeonatos (2002 e 2004), 326 GPs disputados, 11 vitórias, 14 poles, 17 melhores voltas, 68 pódios, 2 hat tricks, 658 pontos e 854 voltas na liderança.

Stock e Goiânia

Em seu retorno da Europa para o Brasil, Rubinho decidiu seguir o coração e realizar um desejo de infância: correr na Stock Car. Após um ano de adaptação, Barrichello venceu sua primeira prova na Corrida do Milhão de 2014, em Goiânia.

Inclusive, foi na capital goiana que Barrichello alcançou alguns dos seus resultados mais emblemáticos: duas vitórias em Corridas do Milhão (2014 e 2018) e a dominante performance de março de 2022, quando se tornou o segundo piloto da história da Stock a faturar todos os pontos disponíveis, vencendo as duas provas da etapa e também registrando a pole position. “É impressionante a vibe que eu tenho aqui. Adoro a pista”, explicou.

Afinal, além das oito vitórias, Rubinho soma 11 pódios no Autódromo Internacional Ayrton Senna, sendo inclusive o maior vencedor da pista de Goiânia entre os pilotos em atividade. Na Stock 2022, Barrichello é o terceiro colocado, a apenas 20 pontos do líder Gabriel Casagrande e dois do vice Daniel Serra. De olho nos 112 pontos em jogo nas duas etapas de Goiânia, o piloto da Full Time pode sonhar com a liderança do campeonato.

ABSURDO MAIOR AINDA? Albon REVELA que Vettel alertou FIA sobre trator na pista

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura durante nossos programas. Não perca!

Podcast Motorsport.com #200 - F1 virá 'vidraça': é preciso um 'choque de realidade'?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Stock Car: Ramos lidera segundo treino livre em Goiânia
Próximo artigo AO VIVO: Veja a classificação de sábado da Stock Car em Goiânia

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil